Síria não deve ser transformada em campo de batalha entre Israel e Irã, afirma Rússia

© Sputnik / Serviço de Imprensa do Ministério das Relações Exteriores da Rússia / Abrir o banco de imagensSergei Lavrov, ministro das Relações Exteriores da Rússia, em grande coletiva de imprensa sobre os resultados de 2020
Sergei Lavrov, ministro das Relações Exteriores da Rússia, em grande coletiva de imprensa sobre os resultados de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Se Israel alega reagir a ameaças iranianas desde a Síria, só precisa dar essas informações à Rússia, de forma a não tornar a Síria "uma arena do confronto entre Irã e Israel", disse Sergei Lavrov.

A Rússia propôs que Israel fornecesse seus dados sobre ameaças a sua segurança provenientes da Síria e não transformasse o território sírio em uma arena de confronto entre Irã e Israel, disse Sergei Lavrov, ministro das Relações Exteriores russo.

"Se Israel, como eles dizem, é forçado a reagir a ameaças a sua segurança israelense, que provêm do território sírio, dissemos muitas vezes a nossos colegas israelenses: se vocês veem tais ameaças, por favor, nos transmitam as informações respectivas", disse Lavrov em grande coletiva de imprensa sobre os resultados do ano de 2020.

Ele sublinhou que a Rússia não quer que "o território sírio seja usado contra Israel, ou então, como muitos gostariam, que o território sírio seja usado como arena do conflito iraniano-israelense, do confronto entre Irã e Israel".

"Portanto, por favor, caros colegas israelenses, se vocês têm fatos de que há uma ameaça a seu Estado desde algum território sírio, informem-nos urgentemente desses fatos, nós tomaremos todas as medidas para neutralizar essa ameaça", acrescentou o ministro.

Lavrov acrescentou que até agora Moscou não recebeu uma resposta clara ao apelo, mas continua insistindo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала