Rússia inicia retirada do Tratado dos Céus Abertos, afirma MRE

CC BY-SA 3.0 / Dmitry Zherdin / Ту-214ОНAvião de reconhecimento russo Tu-124ON criado para sobrevoar territórios dos países-membros do Tratado de Céus Abertos
Avião de reconhecimento russo Tu-124ON criado para sobrevoar territórios dos países-membros do Tratado de Céus Abertos - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Nesta sexta-feira (15), a Rússia afirmou que iniciaria os procedimentos para sua retirada do Tratado dos Céus Abertos, que permite que observadores militares realizem voos de vigilância aérea sobre os países-membros.

"Devido à ausência de progresso na questão da remoção de obstáculos para a continuação do funcionamento do Tratado [dos Céus Abertos] nas novas condições, o Ministério das Relações Exteriores da Rússia tem poderes para anunciar o início dos procedimentos internos para a retirada da Rússia do Tratado dos Céus Abertos. Quando [os procedimentos] forem concluídos, a notificação respectiva será enviada aos depositários", afirmou o Ministério das Relações Exteriores da Rússia.

O Tratado dos Céus Abertos, assinado em 1992 em Helsinque, permite que observadores militares realizem voos de vigilância aérea para obter imagens de movimentos de tropas e navios em um vasto território, desde a cidade canadense de Vancouver até o porto de Vladivostok, no extremo leste da Rússia.

Esse documento, em vigor desde 2002, tinha até recentemente 34 signatários.

CC BY 2.0 / H. Michael Miley / Voo de reconhecimento conjunto sobre o território russo realizado pelos EUA e Alemanha
Rússia inicia retirada do Tratado dos Céus Abertos, afirma MRE - Sputnik Brasil
Voo de reconhecimento conjunto sobre o território russo realizado pelos EUA e Alemanha

Em 21 de maio, Trump tinha anunciado sua intenção de retirar os EUA do tratado com base em supostas violações por parte da Rússia, pretexto que Washington costuma usar para justificar sua saída dos acordos internacionais. Vários países condenaram a decisão da Casa Branca.

Moscou afirmou, entretanto, que, ao saírem do Tratado dos Céus Abertos, os americanos esperam que seus aliados, por um lado, obstruam os voos de observação russos sobre as instalações militares dos EUA na Europa e, por outro, que os europeus compartilhem com Washington suas fotografias aéreas do território russo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала