Exército paquistanês acusa tropas indianas de matar soldado na Caxemira

© AP Photo / Emrah GurelCerimônia com soldados indianos em Jammu e Caxemira
Cerimônia com soldados indianos em Jammu e Caxemira - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
As forças militares do Paquistão informaram nesta quinta-feira (14) que tropas indianas mataram um soldado paquistanês em uma troca de tiros na fronteira situada na região da Caxemira, que é disputada entre os dois países.

Em um comunicado, os militares da nação islâmica condenaram o que descreveram como uma violação não provocada pela Índia do acordo de cessar-fogo de 2003 ao longo da Linha de Controle, que divide a Caxemira entre as duas partes.

Além disso, o Exército paquistanês acrescentou que suas tropas responderam aos disparos dos militares indianos.

"Em intensa troca de tiros, o Sepoy Nabeel Liaqat, de 28 anos, residente de Gujar Khan, abraçou o shahadat [martírio, em árabe] enquanto respondia bravamente à violação do cessar-fogo indiana não provocada", diz a nota publicada no site da agência de notícias do Exército paquistanês, ISPR.

Até agora, as autoridades em Nova Deli não fizeram nenhuma declaração sobre o incidente, mas ambos os lados frequentemente se acusam mutuamente de ataques não provocados na Caxemira, uma região que é reivindicada na íntegra pelos dois países.

O Paquistão e a Índia, que são duas potências nucleares, já travaram três guerras declaradas desde que a região se tornou independente da Grã-Bretanha em 1947, duas delas envolvendo a questão da Caxemira.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала