NASA 'ressuscita' e identifica novo exoplaneta em sistema estelar triplo

© Foto / Caltech/R. Hurt/IPACIlustração do planeta KOI-5Ab transitando através de uma estrela similar ao Sol, que faz parte do sistema estelar triplo
Ilustração do planeta KOI-5Ab transitando através de uma estrela similar ao Sol, que faz parte do sistema estelar triplo - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A NASA identificou um exoplaneta similar a Júpiter ou Saturno em um sistema com três estrelas, após "ressuscitá-lo dos mortos" nas observações.

Uma equipe de astrônomos da NASA confirmou a existência de um exoplaneta (planeta fora do Sistema Solar) de aproximadamente metade do tamanho de Saturno, orbitando em um sistema estelar triplo.

O KOI-5Ab foi o segundo planeta detectado como candidato pelo telescópio espacial Kepler em 2009, porém foi "praticamente esquecido", já que seu estudo era "complicado", afirmou David Ciardi, cientista-chefe do Instituto de Ciências de Exoplanetas da agência espacial norte-americana, em comunicado publicado nesta segunda-feira (11).

O especialista afirmou que, após mais de uma década, "o KOI-5Ab foi ressuscitado dos mortos", graças às novas observações como parte da segunda missão de busca por planetas da NASA.

© Foto / Caltech/R. Hurt/IPACIlustração do sistema KOI-5
NASA 'ressuscita' e identifica novo exoplaneta em sistema estelar triplo - Sputnik Brasil
Ilustração do sistema KOI-5

Após analisar os dados do telescópio TESS e de múltiplos telescópios terrestres, os pesquisadores conseguiram comprovar sua existência.

Ciardi também explicou que o mais provável é que o KOI-5Ab seja um planeta gigante gasoso, similar a Júpiter ou Saturno.

Além disso, ele ressaltou que o objeto espacial é incomum, já que orbita uma estrela em um sistema com outras duas estrelas, circulando em um plano desalinhado.

Isto coloca em dúvida a hipótese de que cada membro deste sistema tenha sido formado na mesma época, a partir das mesmas nuvens de gás e poeira.

"Não conhecemos muitos planetas existentes em sistemas de três estrelas, e este é muito especial, pois sua órbita está inclinada", afirmou.

Agora, os cientistas pretendem estudar este sistema detalhadamente, para compreender melhor como os planetas são criados no Universo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала