Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Campeão olímpico da natação é acusado de invadir o Capitólio

© AP Photo / Thomas KienzleKlete Keller, campeão olímpico da natação, fez parte do grupo que invadiu o Capitólio dos Estados Unidos. A foto mostra Keller na disputa dos Jogos Olímpicos Pequim 2008.
Klete Keller, campeão olímpico da natação, fez parte do grupo que invadiu o Capitólio dos Estados Unidos. A foto mostra Keller na disputa dos Jogos Olímpicos Pequim 2008. - Sputnik Brasil
Nos siga no
Campeão olímpico da natação, o norte-americano Klete Keller foi acusado nesta quarta-feira (13) pela Justiça dos EUA de ter participado da invasão ao Capitólio, na última quarta-feira (6).

Câmeras de vigilância flagraram Keller dentro do Capitólio. Um comunicado que acompanha as acusações formais contra o ex-nadador informa que o casaco utilizado por Keller no dia da invasão ajudou a identificar o suspeito: a peça traz uma grande inscrição "USA" nas costas e a marca do time olímpico dos Estados Unidos no braço.

Klete Keller foi acusado de entrar ilegalmente no Capitólio, de apresentar conduta violenta ou desordenada e de obstrução da aplicação da lei. Imagens do ex-nadador dentro do Capitólio circulam nas redes sociais.

Klete Keller, duas vezes medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos pelos EUA, estava entre os que invadiram o Capitólio dos Estados Unidos. Ele estava vestindo um casaco da equipe olímpica.

Em comunicado, a entidade que rege a natação nos Estados Unidos, a USA Swimming (Natação EUA, na tradução literal), disse que não está de acordo com a invasão ao Capitólio.

"Respeitamos os direitos de indivíduos e grupos privados de protestar pacificamente, mas de forma nenhuma toleramos as ações tomadas por aqueles no Capitólio na semana passada", disse a USA Swimming, segundo a AP.

Sarah Hirshland, CEO do Comitê Olímpico e Paralímpico dos Estados Unidos (USOPC em inglês), também condenou o episódio no Capitólio.

"Incentivo todos os associados à equipe dos EUA a continuarem a celebrar nossa diversidade de experiências e crenças, a se unirem contra o ódio e a divisão e a usarem nossa influência para criar mudanças positivas em nossa comunidade", disse Hirshland, em comunicado.

Hirshland publicou seu comunicado em um tweet.

​Minha declaração sobre os relatos de um ex-atleta olímpico envolvido nos atos repudiáveis no prédio do Capitólio dos Estados Unidos na semana passada.

Klete Keller, atualmente com 38 anos, competiu nos Jogos Olímpicos de Sydney 2000, Atenas 2004 e Pequim 2008. O nadador acumula duas medalhas de ouro e uma prata nos revezamentos 4x200 metros, além de dois bronzes nos 400 metros estilo livre.

Seu ouro no revezamento de 2004, em Atenas, foi conquistado em uma das provas mais esperadas daquela edição dos Jogos Olímpicos: com uma equipe de estrelas lideradas por Michael Phelps, os EUA derrotaram o quarteto australiano liderado por Ian Thorpe.

Após a vitoriosa carreira como nadador, no entanto, Keller sofreu com depressão, um divórcio e vários empregos perdidos, chegando a ficar sem casa e a morar em seu carro, conforme contou ao Olympic Channel em um podcast de 2018.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала