'Te conheço?': Netanyahu remove Trump da capa da sua conta no Twitter

© AP Photo / Evan VucciO presidente Donald Trump se encontra com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, no Salão Oval da Casa Branca (foto de arquivo)
O presidente Donald Trump se encontra com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, no Salão Oval da Casa Branca (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A própria conta pessoal do presidente norte-americano Donald Trump foi permanentemente banida pelo Twitter na sexta-feira (8) devido ao que a plataforma descreveu como "risco de mais incitação à violência".

O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu retirou do topo da sua conta no Twitter a foto que tinha com o presidente dos EUA, Donald Trump. A ação, que ocorreu nesta terça-feira (12), sugere um rompimento com um aliado político que enfrenta um possível impeachment, relata a agência Reuters.

A foto de Netanyahu sentado ao lado de Trump em uma reunião na Casa Branca há muito ocupava o local de destaque da conta do primeiro-ministro israelense na rede social, indicando os estreitos laços do líder conservador de Tel Aviv com o presidente republicano.

Todavia, nesta terça-feira (12), outra foto, mostrando Netanyahu tomando a vacina contra a COVID-19, junto com o slogan da campanha de vacinação de Israel, "Cidadãos de Israel, estamos voltando à vida", substituiu a foto com o presidente Trump.

Mais humilhação para Trump. Seu melhor amigo no cenário mundial, o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu, removeu-o de seu cabeçalho no Twitter

Nenhuma explicação foi dada no site de Netanyahu para o desaparecimento de Trump. A remoção ocorre um dia antes da Câmara dos Representantes dos EUA começar a considerar o segundo pedido impeachment do presidente norte-americano.

Os deputados democratas acusam Trump de "incitamento à insurreição", devido seu papel no ataque ao Capitólio na semana passada. Em comentários televisionados em 7 de janeiro, Netanyahu chamou os eventos no Capitólio de um "tumulto" e afirmou estar certo que a democracia norte-americana prevaleceria.

A própria conta pessoal do presidente Trump foi permanentemente banida pelo Twitter em 8 de janeiro devido ao que a plataforma descreveu como "risco de mais incitação à violência".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала