Polícia encontra van repleta de bombas caseiras e armas perto do Capitólio

© REUTERS / Erin ScottPolice vehicles are parked outside the U.S. Capitol, a day after supporters of U.S. President Donald Trump occupied the U.S. Capitol Building in Washington, U.S. January 7, 2021
Police vehicles are parked outside the U.S. Capitol, a day after supporters of U.S. President Donald Trump occupied the U.S. Capitol Building in Washington, U.S. January 7, 2021 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
No dia dos distúrbios a polícia encontrou uma van com 11 artefatos explosivos e armas de fogo perto do Capitólio, avança o canal NBC-2, segundo promotores federais.

O carro estava a dois quarteirões do Capitólio, perto do Clube Nacional Republicano. Além das bombas caseiras, no veículo havia um rifle de assalto M4, uma pistola e carregadores cheios, escreve mídia.

Lonnie Leroy Coffman, o dono do veículo de 70 anos, foi detido e acusado de posse de armas de fogo não registradas e de porte de arma sem autorização.

No dia dos tumultos na capital dos EUA, os agentes policiais encontraram ainda dois artefatos explosivos perto das sedes do Comitê Nacional Republicano e do Comitê Nacional Democrata.

© REUTERS / Stephanie Keith Apoiadores do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobem pelas paredes do Capitólio dos EUA durante o protesto contra a certificação dos resultados das eleições presidenciais de 2020 pelo Congresso, Washington, EUA, 6 de janeiro de 2021
Polícia encontra van repleta de bombas caseiras e armas perto do Capitólio - Sputnik Brasil
Apoiadores do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobem pelas paredes do Capitólio dos EUA durante o protesto contra a certificação dos resultados das eleições presidenciais de 2020 pelo Congresso, Washington, EUA, 6 de janeiro de 2021

Na passada quarta-feira (6) uma multidão de apoiantes do presidente dos EUA Donald Trump invadiu o Capitólio em uma tentativa de impedir que o Congresso certificasse os resultados das eleições presidenciais de 2020.

Já no dia 8, dezenas de legisladores exigiram a destituição do presidente Trump e o procurador-geral disse que não descartava acusar o atual presidente por incitação à violência.

Durante a invasão do Capitólio morreram cinco pessoas, o incidente sem precedentes gerou críticas em todo o mundo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала