- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Vacinas de Oxford/AstraZeneca importadas da Índia vão custar R$ 59,4 milhões à Fiocruz

© REUTERS / Dado RuvicLogo da farmacêutica AstraZeneca (imagem referencial).
Logo da farmacêutica AstraZeneca (imagem referencial). - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) disse nesta terça-feira (5) que prevê gastar R$ 59,4 milhões pela importação de dois milhões de doses prontas da vacina contra COVID-19 desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e pela Universidade de Oxford.

O imunizante será importado da Índia, onde é produzido pelo Instituto Serum, centro autorizado pela AstraZeneca para a produção da vacina.

Segundo a Fiocruz, cada dose custará US$ 5,25 (R$ 27,75). No entanto, o valor final da compra, conforme publicou o portal G1, também inclui operação, armazenagem e transporte dos imunizantes.

Em nota também nesta terça-feira (5), a Fiocruz disse que técnicos da fundação e da AstraZeneca se reuniram com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para discutir o pedido de uso emergencial do imunizante.

"A Fiocruz aguarda o recebimento de informações da AstraZeneca e do Instituto Serum relativas à produção e ao controle de qualidade da vacina para submeter formalmente o pedido de autorização de uso emergencial da vacina à Anvisa. A expectativa é de que o pedido seja realizado ainda esta semana", afirmou a Fiocruz.

Mais cedo, os ministérios de Relações Exteriores e da Saúde do Brasil afirmaram que as negociações entre a Fiocruz e o Instituto Serum se encontram em estágio avançado e que "a provável data de entrega dos imunizantes será em meados de janeiro".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала