Estratégias de agressão dos EUA fracassaram, diz chanceler venezuelano

© Sputnik / Yevgeny Odinokov / Abrir o banco de imagensEncontro entre chanceleres da Rússia e Venezuela, Sergei Lavrov e Jorge Arreaza
Encontro entre chanceleres da Rússia e Venezuela, Sergei Lavrov e Jorge Arreaza - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, declarou nesta segunda-feira (4) que as estratégias de agressão dos EUA contra o país sul-americano fracassaram.

O ministro venezuelano respondeu a uma mensagem publicada pelo secretário de Estado, Mike Pompeo, na qual destacou que o Departamento de Estado trabalhou para construir uma coalizão de mais de 60 países contra o governo de Nicolás Maduro e a favor da oposição Juan Guaidó.

"As estratégias de pressão e agressão de Donald Trump e Mike Pompeo, como sanções ilegais contra o povo venezuelano, golpes, governo fictício, extorsão internacional, operações com mercenários, entre outros, fracassaram miseravelmente", afirmou o chanceler.

Em dezembro, Pompeo garantiu que os Estados Unidos continuariam apoiando Guaidó e a Assembleia Nacional que ele presidiu. Guaidó e um grupo de parlamentares aprovaram a reforma do estatuto de transição da Assembleia Nacional para prorrogar seu mandato por mais um ano.

O Supremo Tribunal de Justiça declarou nula a reforma, alegando que a medida não teria efeitos jurídicos, anulando também qualquer ação que pudesse ser realizada pelos deputados da diretoria do parlamento.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала