Chanceler líbio diz que cidadãos russos não foram sequestrados, mas estavam perdidos

© AFP 2022 / Mahmud TurkiaPraça de Mártires, Trípoli
Praça de Mártires, Trípoli  - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O ministro das Relações Exteriores da Líbia, Mohamed Siala, disse à Sputnik neste sábado (2) que três cidadãos russos, que já tinham sido liberados, não foram sequestrados, mas estavam perdidos.

Na manhã deste sábado (2), o chefe do Fundo de Proteção dos Valores Nacionais da Câmara Cívica da Federação da Rússia, Aleksandr Malkevich, anunciou que os russos não foram sequestrados, mas, sim, detidos na Líbia e já estão a caminho da Rússia.

"Eles não foram sequestrados, estavam em um barco que pode ter se perdido e entrado nas águas da Líbia, então foram presos e concordamos com [o vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia, Mikhail] Bagdanov em deportá-los. Então, hoje, um avião russo chegou para buscá-los conforme o acordo", declarou Siala.

Malkevich disse mais cedo que russos tinham sido "sequestrados", mas não esclareceu o propósito dos russos na Líbia nem especificou por quem foram detidos.

"Sequestro ou detenção, que seja detenção. Estamos muito agradecidos aos colegas líbios, que desta vez resolveram a situação muito rápido", declarou Malkevich.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала