Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Ataques do Talibã deixam mais de 480 civis mortos em 3 meses

© AP Photo / Allauddin KhanMembros do grupo radical Talibã (foto de arquivo).
Membros do grupo radical Talibã (foto de arquivo). - Sputnik Brasil
Nos siga no
Os contínuos avanços de ataques suicidas e explosões de bombas do Talibã (grupo terrorista proibido na Rússia e outros países) nos últimos três meses resultaram na morte de mais de 480 civis.

A informação foi veiculada neste sábado (19) por Tariq Arian, porta-voz do Ministério do Interior do Afeganistão.

"Nos últimos três meses, o Talibã matou 487 de nossos civis e feriu 1.049 outros em 35 ataques suicidas e 507 explosões", disse Arian por meio de um comunicado.

O porta-voz do Ministério do Interior afegão também acusou o Talibã de cometer crimes de guerra ao atacar civis no país.

"A morte de civis é um crime de guerra e nunca pode ser justificado", acrescentou Arian.

Pelo menos 15 civis foram mortos e 20 outros feridos após a explosão de uma bomba na província de Ghazni, no leste do Afeganistão, na sexta-feira (18). Menos de dois meses antes, pelo menos 24 pessoas morreram em um atentado suicida em frente a um centro educacional na capital do país, Cabul.

© REUTERS / Reuters TVExplosões no Afeganistão
Ataques do Talibã deixam mais de 480 civis mortos em 3 meses - Sputnik Brasil
Explosões no Afeganistão

A violência contínua no Afeganistão segue avançado enquanto o governo afegão e o Talibã realizam negociações de paz na capital do Qatar, Doha. As conversas entre os lados tiveram início em setembro de 2019, após a conclusão de um processo de troca de prisioneiros. As negociações estão atualmente em recesso, com o objetivo de dar a ambos os lados a oportunidade de realizar reuniões internas sobre itens da agenda.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала