Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Putin parabeniza Biden pela vitória nas eleições presidenciais dos EUA

© Sputnik / Aleksei NIkolkskyPresidente russo, Vladimir Putin, durante anúncio de cessar-fogo em Nagorno-Karabakh, 9 de novembro de 2020
Presidente russo, Vladimir Putin, durante anúncio de cessar-fogo em Nagorno-Karabakh, 9 de novembro de 2020  - Sputnik Brasil
Nos siga no
Nesta terça-feira (15), o presidente russo Vladimir Putin parabenizou o democrata Joe Biden pela vitória nas eleições presidenciais dos EUA.

Além disso, Putin afirmou estar pronto para cooperação e contatos futuros com o presidente norte-americano eleito Biden.

Uma cooperação entre Rússia e EUA, baseada na reciprocidade e respeito mútuo, corresponderia aos interesses da população de ambos os países, bem como de todo o mundo, afirmou a assessoria de imprensa do Kremlin.

"O presidente da Federação da Rússia, [Vladimir] Putin, enviou um telegrama para parabenizar Joe Biden pela vitória nas eleições presidenciais dos Estados Unidos da América [...]. O presidente russo ressaltou que uma cooperação russo-americana, baseada na reciprocidade e no respeito mútuo, corresponderia ao interesse da população de ambos os países, bem como de todo o mundo", cita comunicado.

O democrata Joe Biden foi eleito após obter 306 votos contra 232 do republicano Donald Trump. Por sua vez, o atual presidente republicano ainda não reconheceu os resultados das eleições.

© REUTERS / Joshua RobertsJoe Biden anuncia sua equipe de segurança nacional e política externa
Putin parabeniza Biden pela vitória nas eleições presidenciais dos EUA - Sputnik Brasil
Joe Biden anuncia sua equipe de segurança nacional e política externa

Os delegados do Colégio Eleitoral enviaram oficialmente seus votos para Washington nesta segunda-feira (14). Para ser eleito, o candidato deve obter maioria absoluta, ou seja, pelo menos 270 votos.

A tentativa de Trump de reverter sua derrota sofreu um grande revés na última sexta-feira (11), quando a Suprema Corte dos Estados Unidos rejeitou um processo que buscava impedir que Geórgia, Michigan, Pensilvânia e Wisconsin, cujos votos favoreciam Biden, participassem do Colégio Eleitoral.

Agora os votos devem ser computados e enviados ao Congresso dos EUA para verificação em uma sessão conjunta presidida pelo vice-presidente em exercício, Mike Pence, em 6 de janeiro.

Após a verificação dos votos computados pelo Congresso e alguns trâmites burocráticos, Joe Biden deve assumir o cargo de presidente dos EUA no dia 20 de janeiro.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала