'Será distribuída em menos de 24 horas' diz Trump após FDA autorizar uso da vacina da Pfizer

© REUTERS / Erin Scott Presidente dos EUA, Donald Trump, durante evento realizado por videoconferência na Casa Branca, Washington, EUA, 26 de novembro de 2020
Presidente dos EUA, Donald Trump, durante evento realizado por videoconferência na Casa Branca, Washington, EUA, 26 de novembro de 2020  - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA (FDA, na sigla em inglês) autorizou a utilização emergencial da vacina da farmacêutica Pfizer, informa o New York Times citando fontes familiarizadas com a situação.

A FDA autorizou nesta sexta-feira (11) o uso emergencial da vacina da Pfizer contra o novo coronavírus, abrindo o caminho para que milhões de pessoas altamente vulneráveis comecem a receber a vacina dentro dos próximos dias.

A autorização marca um ponto de virada histórico em uma pandemia que levou mais de 290 mil vidas nos Estados Unidos. Desta maneira, os EUA tornam-se o sexto país, após o Reino Unido, Bahrein, Canadá, Arábia Saudita e México, a dar luz verde a vacina.

Segundo o jornal, a farmacêutica Pfizer tem um acordo com o governo dos EUA para fornecimento de 100 milhões de doses da vacina até próximo mês de março. De acordo com o contrato, as vacinas serão gratuitas.

Após a autorização da FDA, o presidente dos EUA Donald Trump disse que o país vai começar a distribuir o imunizante "em menos de 24 horas".

"As primeiras vacinas serão distribuídas em menos de 24 horas", disse Trump em discurso divulgado no Twitter.

"Através da nossa parceria com a Fedex e UPS, já começamos a enviar vacinas para todos os estados do país", afirmou, acrescentando que os governadores decidem quem será vacinado em primeiro lugar em seus estados.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала