Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

OMS recomenda que agências nacionais estudem efeitos colaterais de vacinas contra COVID-19

© REUTERS / Denis BalibouseLogo da Organização Mundial da Saúde (OMS), em Genebra, na Suíça.
Logo da Organização Mundial da Saúde (OMS), em Genebra, na Suíça. - Sputnik Brasil
Nos siga no
A porta-voz da OMS, Margaret Harris, disse nesta sexta-feira (11) que quaisquer efeitos colaterais de vacinas contra a COVID-19 devem ser estudados por autoridades nacionais.

A declaração foi dada quando Harris foi indagada a respeito do alerta do Reino Unido para que pessoas com histórico de anafilaxia evitem a vacina da Pfizer-BioNTech.

"Mas as pessoas não deveriam ficar muito preocupadas. Lembrem que existem várias candidatas à vacina aparecendo ao mesmo tempo", afirmou.

Margaret Harris participou de uma coletiva de imprensa na sede da OMS, em Genebra, na Suíça. As informações foram publicadas pela agência Reuters.

"Uma vacina pode não ser adequada para certos indivíduos, mas você pode muito bem descobrir que outra vacina é", completou.

A porta-voz destacou que a OMS está analisando dados de testes de estágio avançado de muitas candidatas à vacina contra COVID-19 e ainda não emitiu uma autorização de uso emergencial para nenhum imunizante.

"A principal coisa que analisamos é a segurança", acrescentou Harris.

Na terça-feira (8), o Reino Unido se tornou o primeiro país a distribuir a vacina da Pfizer-BioNTech. Porém, a agência reguladora local fez um alerta e disse que pessoas com histórico de anafilaxia ao ingerir um remédio ou alimento não deveriam recebê-la.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала