Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Sanções 'desumanas' dos EUA impedem Irã de comprar vacinas contra COVID-19, segundo Banco Central

© Sputnik / Vladimir Pesnya Enfermeira manipula vacina russa Sputnik V contra COVID-19 durante testes com voluntários em Moscou, Rússia, 9 de setembro de 2020
Enfermeira manipula vacina russa Sputnik V contra COVID-19 durante testes com voluntários em Moscou, Rússia, 9 de setembro de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga no
As sanções norte-americanas impediram o Irã de pagar pelas vacinas contra COVID-19 por meio do instrumento conduzido pela Organização Mundial da Saúde (OMS), segundo o presidente do Banco Central Iraniano, Abdolnaser Hemmati.

"Como a compra da vacina contra o coronavírus por meio do COVAX [projeto global de vacinas da OMS] deve ser oficialmente realizada através da OMS, todas as nossas tentativas de transferir os fundos necessários foram prejudicadas pelas sanções desumanas do governo dos EUA, e pela necessidade de obter permissão da OFAC [Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros]", escreveu em seu Instagram, Abdolnaser Hemmati, citado pela agência de notícias Xinhua.

Além disso, o Fundo Monetário Internacional (FMI) recusou um empréstimo humanitário ao Irã devido à pressão e às ameaças norte-americanas, ressaltou.

© Folhapress / Miguel Noronha / Agência F8Imagem ilustrativa sobre vacina contra a COVID-19
Sanções 'desumanas' dos EUA impedem Irã de comprar vacinas contra COVID-19, segundo Banco Central - Sputnik Brasil
Imagem ilustrativa sobre vacina contra a COVID-19

Apesar dos obstáculos, o Irã segue buscando uma saída, incluindo outras maneiras para transferir fundos e formas alternativas para obtenção das vacinas.

"O Ministério da Saúde também está considerando comprar vacinas de outros países. A notícia sobre o desenvolvimento de uma vacina nacional contra o coronavírus está sendo considerada", enfatizou.

Após ser atingido duramente pela pandemia de COVID-19, o Irã se juntou ao COVAX em outubro.

De acordo com o Ministério, a República Islâmica está planejando obter as vacinas por três vias. Através do COVAX, por contratos com fabricantes estrangeiros ou por uma produção doméstica.

Em novembro, o Ministro da Saúde iraniano, Saeed Namaki, anunciou que as empresas do país estavam se preparando para iniciar os testes em humanos de uma vacina nacional contra COVID-19.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала