Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Mais de 1.000 pesquisadores chineses deixam os EUA em meio à repressão contra roubo de tecnologia

© REUTERS / Hyungwon KangФлаги США и Китая в центре Вашингтона напротив здания Капитолия. Архивное фото
Флаги США и Китая в центре Вашингтона напротив здания Капитолия. Архивное фото - Sputnik Brasil
Nos siga no
Mais de 1.000 pesquisadores chineses deixaram os EUA em meio a uma ofensiva contra o suposto roubo de tecnologia, disse John Demers, principal oficial de segurança nacional do Departamento de Justiça.

William Evanina, chefe do ramo de contra-espionagem do escritório do diretor de Inteligência Nacional dos Estados Unidos, também falou que os agentes chineses já observam as figuras escolhidas para o governo do presidente eleito Joe Biden, bem como "pessoas próximas" dele, segundo noticiou a Reuters.

© AFP 2021 / STR Estudantes chineses
Mais de 1.000 pesquisadores chineses deixam os EUA em meio à repressão contra roubo de tecnologia - Sputnik Brasil
Estudantes chineses

Um funcionário do Departamento de Justiça explicou que os pesquisadores mencionados por Demers eram de um grupo diferente daquele citado pelo Departamento de Estado em setembro, quando o órgão afirmou que os EUA haviam revogado os vistos de mais de 1.000 chineses, com respaldo em uma medida presidencial que negava a entrada de estudantes e pesquisadores considerados riscos de segurança.

A China descreveu esse movimento como perseguição política e discriminação racial "descaradas", que violam gravemente os direitos humanos.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала