'Arma controlada por satélite foi usada na morte de físico nuclear iraniano', diz fonte anônima

© REUTERS / WANA NEWS AGENCYO ministro da Defesa do Irã, Amir Hatami, fala durante cerimônia fúnebre do cientista nuclear iraniano Mohsen Fakhrizadeh-Mahabadi, em Teerã, Irã
O ministro da Defesa do Irã, Amir Hatami, fala durante cerimônia fúnebre do cientista nuclear iraniano Mohsen Fakhrizadeh-Mahabadi, em Teerã, Irã - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A arma usada na morte do físico nuclear iraniano Mohsen Fakhrizadeh-Mahabadi foi controlada por satélite, informou a TV Al-Alam citando uma fonte anônima.
"A arma usada no assassinato era de fabricação israelense e controlada com o uso de satélite", relatou a fonte à rede de TV estatal do Irã.

Anteriormente, a mídia iraniana já tinha anunciado que Fakhrizadeh tinha sido morto a tiros com uma metralhadora de controle remoto. A Press TV noticiou nesta segunda-feira (30), citando uma fonte bem informada, que a arma tinha o logotipo e especificações da indústria militar de Israel.

Fakhrizadeh, físico nuclear e chefe do centro de pesquisa e inovação do Ministério da Defesa iraniano, foi atacado na cidade de Absard, na província de Teerã, na sexta-feira (27). Ele ficou gravemente ferido e morreu em um hospital.

© REUTERS / Majid Asgaripour/WANA Manifestante exibe foto de Mohsen Fakhrizadeh, o cientista nucelar assassinado no Irã
'Arma controlada por satélite foi usada na morte de físico nuclear iraniano', diz fonte anônima - Sputnik Brasil
Manifestante exibe foto de Mohsen Fakhrizadeh, o cientista nucelar assassinado no Irã
O Irã acusou Israel de estar envolvido na morte do cientista nuclear. O ministro das Relações Exteriores iraniano, Mohammad Javad Zarif, pediu à comunidade internacional que condene o ato. O presidente iraniano, Hassan Rouhani, disse no sábado (28) que o assassinato não ficaria sem resposta, que ela viria "no momento certo".

"O Irã identificou o autor intelectual por trás do assassinato. Foi uma operação complexa envolvendo equipamentos eletrônicos", declarou nesta segunda-feira (30) ​o secretário do Conselho Supremo de Segurança Nacional do Irã, Ali Shamkhani.

Shamkhani disse que o Irã confirmou o papel da Organização Mujahedin do Povo e do Mossad — Agência Nacional de Inteligência de Israel — no atentado.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала