- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta quarta-feira, 25 de novembro

© REUTERS / Diego Vara Comerciante vende camisetas durante protestos em repúdio ao assassinato de João Alberto Silveira Freitas, em Porto Alegre, 23 de novembro de 2020
Comerciante vende camisetas durante protestos em repúdio ao assassinato de João Alberto Silveira Freitas, em Porto Alegre, 23 de novembro de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Bom dia! A Sputnik Brasil acompanha as notícias mais relevantes desta quarta-feira (25), na qual expira o ultimato da Etiópia sobre as forças tigré, Biden tem acesso aos primeiros relatórios de inteligência da presidência dos EUA e Armênia entrega mais um distrito de Nagorno-Karabakh ao Azerbaijão.

Brasil ultrapassa marca de 170 mil mortos por COVID-19

Na terça-feira (24), o Brasil registrou mais 638 mortes e 33.445 novos casos de COVID-19, totalizando 170.179 óbitos e 6.121.449 diagnósticos da doença. O país apresenta alta no número de óbitos pelo décimo dia seguido, de acordo com dados do consórcio entre secretarias estaduais de saúde e veículos de imprensa. A taxa de transmissão do país encontra-se em 1,30, isto é, cada 100 pessoas contaminadas transmitem o vírus a mais 130. As redes privadas de São Paulo e Rio de Janeiro registram aumento na demanda por testes de COVID-19 de 30% e 50%, respectivamente. 

© REUTERS / Pilar OlivaresInspetor mede temperatura de aluno de escola municipal no Rio de Janeiro, 24 de novembro de 2020
Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta quarta-feira, 25 de novembro - Sputnik Brasil
Inspetor mede temperatura de aluno de escola municipal no Rio de Janeiro, 24 de novembro de 2020

Amapá aguarda MP da isenção da conta de luz

Na terça-feira (24), o governo federal informou que o fornecimento de energia elétrica para o estado do Amapá foi reestabelecido, após três semanas de falhas no serviço. O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, declarou que o presidente Jair Bolsonaro deve publicar Medida Provisória (MP) que isenta os moradores do estado de pagamento de conta de energia por um mês. Expectativas de que Bolsonaro assinaria a MP no sábado (21), durante visita a Macapá, não se concretizaram. Mas o ministro Albuquerque garantiu que o documento será assinado "com certeza" até o fim desta semana. 

© Folhapress / Maksuel MartinsMoradores do Amapá fazem protesto após apagão atingir o estado de 3 a 24 de novembro
Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta quarta-feira, 25 de novembro - Sputnik Brasil
Moradores do Amapá fazem protesto após apagão atingir o estado de 3 a 24 de novembro

Polícia prende agente de fiscalização do Carrefour por morte de Beto Freitas

Na terça-feira (24), a Polícia Civil prendeu temporariamente Adriana Alves Dutra, funcionária do Carrefour de Porto Alegre, por envolvimento no assassinato de João Alberto Silveira Freitas, espancado até a morte no estabelecimento, no dia 19 de novembro. De acordo com a polícia, Dutra tinha autoridade sobre os seguranças responsáveis pela morte da vítima por asfixia, e não agiu para impedir o assassinato. "Ela teria o poder de comando sobre os dois seguranças. Por ter posição determinante, a lei contempla como coautora do homicídio", disse a diretora do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, Vanessa Pitrez. A polícia também investiga se Dutra mentiu em seu primeiro depoimento, no qual afirmou não ter ouvido pedidos de ajuda da vítima e omitiu que um dos agressores fosse funcionário do supermercado. A defesa de Dutra ainda não se manifestou sobre a prisão.

© REUTERS / Diego VaraManifestante participa de ato em repúdio ao assassinato de João Alberto Silveira Freitas, em Porto Alegre, 23 de novembro
Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta quarta-feira, 25 de novembro - Sputnik Brasil
Manifestante participa de ato em repúdio ao assassinato de João Alberto Silveira Freitas, em Porto Alegre, 23 de novembro

Biden apresenta time de política externa e declara: 'A América voltou'

Na terça-feira (24), o provável vencedor das eleições norte-americanas, Joe Biden, apresentou a sua equipe de política externa e segurança nacional, composta por diplomatas e especialistas veteranos. Biden prometeu modificar a atual política internacional dos EUA, dizendo que "a América voltou e está pronta para liderar o mundo". Depois de semanas de hesitação, a Casa Branca autorizou o acesso de Joe Biden aos relatórios diários de inteligência da Presidência da República, informou a emissora CNN.

© REUTERS / Joshua Roberts Joe Biden, provável vencedor das eleições norte-americanas, apresenta sua equipe de política externa e segurança nacional, em Wilmington, Delaware, EUA, 24 de novembro de 2020
Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta quarta-feira, 25 de novembro - Sputnik Brasil
Joe Biden, provável vencedor das eleições norte-americanas, apresenta sua equipe de política externa e segurança nacional, em Wilmington, Delaware, EUA, 24 de novembro de 2020

Ultimato da Etiópia às forças tigré expira hoje

Nesta quarta-feira (25), expira o ultimato imposto pelo governo da Etiópia às forças da Frente Popular para a Libertação de Tigré (FPLT). De acordo com Adis Abeba, a FPLT deve se render nesta quarta-feira (25), sob pena de ter a sua capital, Mekelle, invadida pelas Forças Armadas da Etiópia. Na terça-feira (24), o governo etíope informou que a rendição já havia começado. Frente à "potencial ofensiva militar contra a capital" de Tigré, o secretário-geral da ONU pediu que "os líderes da Etiópia façam o possível para proteger civis", informou o porta-voz da organização, Stéphane Dujarric.

© REUTERS / Mohamed Nureldin AbdallahRefugiada etíope é recebida no campo de Fashaga, no Sudão, 24 de novembro de 2020
Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta quarta-feira, 25 de novembro - Sputnik Brasil
Refugiada etíope é recebida no campo de Fashaga, no Sudão, 24 de novembro de 2020

Armênia entrega 2º distrito ao Azerbaijão, em observância a acordo de paz

Nesta quarta-feira (25), forças do Azerbaijão entraram no segundo dos três distritos que devem ser entregues pela Armênia, em observância ao acordo de paz sobre a zona contestada de Nagorno-Karabakh. "De acordo com declaração trilateral assinada pelos presidentes da República do Azerbaijão, da Rússia e pelo primeiro-ministro da Armênia, unidades militares azeris entraram no distrito de Kalbajar em 25 de novembro", informou o ministério da Defesa de Baku. De acordo com o documento, as regiões de Kalbajar, Agdam e Lachin e a cidade de Shushi, conquistada militarmente pelo Azerbaijão, devem ficar sob o controle de Baku.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала