Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Cientistas predizem raro fenômeno astronômico que não acontecia desde tempos medievais

© Sputnik / Vitaly Timkiv / Abrir o banco de imagensCéu estrelado sobre a região russa de Krasnodar durante a chuva de meteoros Perseidas, Rússia
Céu estrelado sobre a região russa de Krasnodar durante a chuva de meteoros Perseidas, Rússia - Sputnik Brasil
Nos siga no
Astrônomos da Universidade Rice, nos EUA, calcularam que no dia 21 de dezembro, depois do pôr do sol, Júpiter e Saturno vão se aproximar no céu noturno a uma distância mínima.

Segundo as palavras de um dos cientistas da universidade, Patrick Hartigan, publicadas no site Phys.org, os alinhamentos entre estes planetas ocorrem aproximadamente uma vez em cada 20 anos, mas esta conjunção é excepcionalmente rara devido à grande proximidade entre eles, algo que não acontecia desde os tempos medievais.

"Você teria que ir até o amanhecer de 4 de março de 1226, para ver uma maior aproximação entre estes objetos no céu noturno", contou o astrônomo.

Se o tempo permitir, este fenômeno pode ser observado de qualquer lugar na Terra, mas as melhores condições para isso vão ser perto da linha equatorial.

"No dia 21 de dezembro, na noite da maior aproximação, eles se parecerão como um planeta duplo, separado por apenas 1/5 do diâmetro da lua cheia", apontou Hartigan. "Para a maioria dos que observam por telescópio, cada planeta e alguns dos seus maiores satélites vão ser visíveis no mesmo campo de visão naquela noite", adicionou.

Este fenômeno é bastante raro. A próxima vez que Júpiter e Saturno vão estar tão perto um ao outro e mais alto no céu será em 15 de março de 2080, ressaltou o cientista. Depois desta data, a dupla não fará tal aparição até por volta do ano 2400.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала