Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

'Máscara alienígena' de 6 mil anos com traços humanos e animais é desenterrada na Bulgária (FOTO)

CC BY 2.0 / Celeste Lindell / Uma máscara (imagem referencial)
Uma máscara (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Nos siga no
Em uma recente escavação arqueológica na Bulgária pesquisadores encontraram uma bizarra máscara de argila que não possui boca, mas tem traços humanos e de animais, lembrando um extraterreste de filme de ficção científica.

De acordo com o portal Archaeology in Bulgaria, o objeto que remonta ao fim do quinto milênio a.C., foi desenterrado no sítio arqueológico Provadiya-Solnitsata, no nordeste do país. O assentamento é conhecido como a cidade mais antiga da Europa.

A máscara pré-histórica de argila, que aparentemente não possui boca, é uma estatueta do final do período Calcolítico, ou seja, antes de 4.000 a.C., e é um dos muitos artefatos impressionantes descobertos nas últimas escavações no assentamento.

Devido à sua forma e características impressionantes, a descoberta do objeto atraiu muita atenção entre arqueólogos.

"Muitos comparam [a figura] com um traje alienígena espacial", disse Vasil Nikolov, do Instituto Nacional e Museu de Arqueologia de Sófia, Bulgária.

O objeto possui uma forma mais ou menos triangular, a parte da frente se destaca e tem a imagem de um rosto supostamente humano, enquanto o lado de trás está entalhado de uma forma pouco cuidada.

Isso fará os seguidores da teoria de alienígenas ancestrais felizes. Mas o resto de nós ainda tem o direito de apreciá-la, como sendo um achado arqueológico impressionante!

Cada um dos dois ângulos do lado superior do artefato pré-histórico tem protuberâncias curtas espetadas para fora que são "provavelmente as orelhas estilizadas" afirma a equipe arqueológica.

As "orelhas" da estatueta têm pequenos furos que provavelmente foram usados para pendurar o artefato em um fio.

"[O rosto] tem as sobrancelhas modeladas, um nariz estilizado e olhos elípticos. O artefato provavelmente era um símbolo de posição social [e] pendurado no peito de uma pessoa digna de usá-lo. É interessante que o objeto tem mesmo um sinal de boca", explica a equipe arqueológica.

Nikolov afirmou à Rádio Nacional da Bulgária que não há maneira de saber com exatidão onde é que a máscara ou a estatueta de barro de seis mil anos foi usada pelos povos pré-históricos.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала