Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Azerbaijão promete preservar monumentos armênios em Nagorno-Karabakh

© Sputnik / Ilya PitalevO embaixador azeri na Rússia, Polad Bulbuloglu
O embaixador azeri na Rússia, Polad Bulbuloglu - Sputnik Brasil
Nos siga no
O Azerbaijão garantiu hoje (12) que nenhum monumento histórico e cultural localizado na região disputada de Nagorno-Karabakh será danificado depois que o país assumir o controle dos territórios citados no acordo de cessar-fogo.

O acordo assinado por Rússia, Armênia e Azerbaijão na última terça-feira (10) resultou na perda da maioria dos territórios controlados pela autoproclamada república de Artsakh (Nagorno-Karabakh), de população majoritariamente armênia, depois que Baku e Erevan concordaram em ficar estacionados em suas atuais posições.

Nesses territórios, existem diversas igrejas e monumentos históricos construídos há muito séculos, entre eles o monastério de Dadivank, que foi erguido entre os séculos IX e XIII.

"No Azerbaijão, em geral, temos uma atitude muito atenta aos monumentos. Trabalhamos muito próximos com a UNESCO, que é chamada a proteger monumentos neste tema. Não sou um militar e não estou ali, mas posso garantir que nenhum monumento da história, muito menos da espiritualidade, será danificado", disse Polad Bulbuloglu, o embaixador azeri na Rússia, em uma coletiva de imprensa.

Durante a última escalada no conflito em Nagorno-Karabakh, que começou no fim de setembro, as Forças Armadas do Azerbaijão bombardearam as ruínas da antiga cidade armênia de Tigranakert, e atingiriam duas vezes a Catedral de Ghazanchetsots, na cidade de Shusha.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала