Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Cessar-fogo em Nagorno-Karabakh foi pensado a longo prazo e começou meia-noite, diz Putin

© Sputnik / Aleksei DruzhininPresidente da Rússia, Vladimir Putin durante reunião em formato virtual, em Moscou, Rússia, 8 de outubro de 2020
Presidente da Rússia, Vladimir Putin durante reunião em formato virtual, em Moscou, Rússia, 8 de outubro de 2020  - Sputnik Brasil
Nos siga no
O presidente da Rússia, Vladimir Putin, emitiu um comunicado nesta segunda-feira (9) informando que o cessar-fogo completo em Nagorno-Karabakh se iniciou à meia-noite, no horário de Moscou (18 horas no horário de Brasília).

"Hoje, 9 de novembro, o Presidente da República do Azerbaijão [Ilham] Aliev, o premiê da República da Armênia [Nikol] Pashinyan e o Presidente da Federação da Rússia assinaram uma declaração informando o cessar-fogo completo e o fim de todas as hostilidades na zona de conflito em Nagorno-Karabakh a partir de zero hora e zero minuto, horário de Moscou, em 10 de novembro de 2020", esclareceu Putin.

Putin também disse que Erevan e Baku devem trocar prisioneiros de guerra e os corpos dos mortos.

"Assumimos que os acordos alcançados criarão as condições necessárias para uma solução de longo prazo e de formato completo da crise em torno de Nagorno-Karabakh em uma base justa e no interesse dos povos armênio e azeri", completou Putin.

O presidente russo acrescentou que Azerbaijão e Armênia parariam nas posições ocupadas por eles e que todos os centros de transporte da região seriam desbloqueados.

"Um contingente de manutenção da paz da Federação da Rússia está se posicionando ao longo da linha de contato em Nagorno-Karabakh e ao longo do corredor que conecta Nagorno-Karabakh com a república da Armênia", disse Putin.

A região de Nagorno-Karabakh é foco de conflito entre Erevan e Baku desde que esse território, de população majoritariamente armênia, decidiu se separar em 1988 da então República Socialista Soviética do Azerbaijão.

Baku, que perdeu o controle de Nagorno-Karabakh e sete distritos adjacentes como resultado da guerra, busca recuperar sua integridade territorial, enquanto a Armênia defende os interesses da autoproclamada república de Nagorno-Karabakh.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала