Luis Arce diz que espera melhora nas relações com os EUA após eleição de Biden

© REUTERS / Ueslei MarcelinoLuis Arce, candidato do MAS à presidência da Bolívia
Luis Arce, candidato do MAS à presidência da Bolívia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Bolívia espera que suas relações com os Estados Unidos melhorem após a vitória do democrata Joe Biden nas eleições presidenciais norte-americanas, disse o presidente do país sul-americano, Luis Arce, neste domingo (8).

Assim como dezenas de lideranças mundo afora, incluindo aliados dos EUA como Alemanha e Reino Unido, Arce parabenizou Biden pela vitória nas eleições dos EUA, embora os resultados oficiais da eleição presidencial de 2020 nos EUA ainda não tenham sido anunciados, já que a contagem de votos continua e há contestações judiciais sobre o resultado.

© SputnikResultados das eleições presidenciais nos EUA em curso
Luis Arce diz que espera melhora nas relações com os EUA após eleição de Biden - Sputnik Brasil
Resultados das eleições presidenciais nos EUA em curso

Nos EUA, todos os principais meios de comunicação norte-americanos já apontaram a vitória de Biden, que também declarou vitória ainda no sábado (7). Logo após tomar posse oficialmente neste domingo (8), Luis Arce usou as redes sociais para reforçar sua mensagem para o possível novo ocupante da Casa Branca.

O povo estadunidense participou da eleição democrática que resultou na vitória do presidente Joe Biden e da primeira vice-presidente negra, Kamala Harris. Com a nova administração, prevemos melhores relações que se traduzam no bem-estar de nossos povos.

As relações entre a Bolívia e os EUA estão tensas há anos. Em setembro de 2008, o então presidente boliviano Evo Morales chegou a expulsar o embaixador norte-americano, Philip Goldberg, por supostamente promover movimentos separatistas no país. Em resposta, Washington expulsou o embaixador boliviano e refutou as acusações contra Goldberg.

© REUTERS / David MercadoLuis Arce, do Movimento ao Socialismo (MAS), ergue punho ao receber credenciais de presidente eleito da Bolívia
Luis Arce diz que espera melhora nas relações com os EUA após eleição de Biden - Sputnik Brasil
Luis Arce, do Movimento ao Socialismo (MAS), ergue punho ao receber credenciais de presidente eleito da Bolívia

A situação mudou no final de 2019, quando o governo interino de Jeanine Áñez - apoiado por Washington - assumiu a Presidência da Bolívia após Morales ser retirado do cargo sob pressão das Forças Armadas. Pouco depois, o governo interino nomeou Walter Oscar Serrate Cuellar como o primeiro embaixador do país nos EUA em 11 anos.

A ala política conservadora de Áñez foi derrotada nas eleições de 2020 pelo partido de Morales, o MAS, que venceu o pleito em primeiro turno, em outubro deste ano, com a candidatura de Luis Arce.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала