Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

China lança para órbita 1º satélite 6G do mundo, afirma mídia (VÍDEO)

© AP Photo / Xue Chen / Agência de Notícias XinhuaFoguete do Sistema de Navegação por Satélite Beidou é lançado na China (imagem referencial)
Foguete do Sistema de Navegação por Satélite Beidou é lançado na China (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Nos siga no
Prevê-se que as redes 6G sejam dez vezes mais rápidas do que as redes de quinta geração, que segue envolta de disputas ao redor do mundo devido acusações sobre equipamentos de empresas chinesas.

A China colocou "o primeiro satélite de teste 6G do mundo" em órbita com o lançamento do foguete Longa Marcha 6 nesta sexta-feira (6), informa em comunicado a Universidade de Ciência e Tecnologia Eletrônica da China, citado pelo jornal Sohu.

Denominado Universidade de Ciência e Tecnologia Eletrônica, o satélite experimental é um empreendimento conjunto entre o principal estabelecimento educacional da China e a empresa local National Star Aerospace. O satélite pesa 70 quilos e estabelecerá um link de transceptor para realizar testes de carga em terahertz. Será a primeira verificação técnica de comunicação terahertz testada em ambiente espacial, garante à mídia o professor Xu Yangsheng, da Universidade de Ciência e Tecnologia Eletrônica da China.

De acordo com Yangsheng, o satélite marca um grande avanço na exploração da tecnologia de comunicação espacial terahertz no campo aeroespacial da China.

A comunicação por terahertz, uma das tecnologias-chave no desenvolvimento de redes de sexta geração, tem vantagem sobre as demais, entre elas uma alta taxa de transmissão e perspectivas de aplicação importantes no campo da comunicação terrestre e espacial.

A mensagem da Universidade revela que o satélite também terá algumas outras funções, incluindo observações remotas e monitoramento de desastres naturais. O foguete Longa Marcha 6 lançou um total de 13 satélites, sendo dez deles desenvolvidos pela empresa argentina Satellogic, ao espaço a partir do Centro de Lançamento de Satélites de Taiyuan, na China.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала