Eleições nos EUA registram mais de 90 milhões de votos antecipados

© REUTERS / Bing GuanEm Milwaukee, no estado norte-americano de Wisconsin, uma urna de votação via correio é vista em frente à biblioteca pública de Washington Park, em 20 de outubro de 2020
Em Milwaukee, no estado norte-americano de Wisconsin, uma urna de votação via correio é vista em frente à biblioteca pública de Washington Park, em 20 de outubro de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Mais de 90 milhões de cidadãos norte-americanos votaram antecipadamente na eleição presidencial, marcada para ocorrer em 3 de novembro.

Os números foram divulgados pelo Projeto Eleições dos Estados Unidos e mostram que até este sábado (31), 90.055.033 eleitores norte-americanos registrados haviam votado na eleição de forma antecipada. Os números representam mais de 65% do comparecimento às urnas nas eleições de 2016, quando 138 milhões de cidadãos votaram nos EUA.

Até agora, a maioria dos votos foi depositada por meio de envio de cédulas pelo correio. Foram 57 milhões de votos depositados dessa forma. Outros cerca de 32,7 milhões de votos foram depositados pessoalmente, conforme apontam os dados.

© AP Photo / Evan VucciEm West Palm Beach, no estado norte-americano da Flórida, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fala com a imprensa após depositar seu voto para as eleições presidenciais, em 24 de outubro de 2020
Eleições nos EUA registram mais de 90 milhões de votos antecipados - Sputnik Brasil
Em West Palm Beach, no estado norte-americano da Flórida, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fala com a imprensa após depositar seu voto para as eleições presidenciais, em 24 de outubro de 2020

Além do interesse pelas eleições altamente polarizadas, o impulso pelo voto antecipado aumentou em relação às últimas eleições empurrado pela pandemia da COVID-19, que faz com que muitos eleitores temam enfrentar filas no dia oficial da votação, 3 de novembro.

O presidente dos EUA, o republicano Donald Trump, e seu adversário democrata, Joe Biden, já depositaram seus respectivos votos antecipados. Ao longo da campanha, Trump tem acusado o voto pelo correio de passível de fraude. O candidato à reeleição reforçou as críticas ao método também no dia em que depositou seu voto em uma urna comum, dizendo que essa é uma forma mais segura de votar.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала