Macron: restaurantes e bares serão fechados na França durante novo lockdown

© REUTERS / Christian HartmannO presidente francês Emmanuel Macron é visto em uma tela durante um discurso à nação francesa anunciando novas medidas de combate à pandemia da COVID-19, em 28 de outubro de 2020
O presidente francês Emmanuel Macron é visto em uma tela durante um discurso à nação francesa anunciando novas medidas de combate à pandemia da COVID-19, em 28 de outubro de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Restaurantes e bares na França serão fechados como parte das novas medidas de restrição social a partir de 30 de outubro, disse o presidente francês, Emmanuel Macron, em discurso à nação televisionado na quarta-feira (28).

Diante do crescimento dos casos de COVID-19 em meio à segunda onda da pandemia do novo coronavírus, o líder francês anunciou na quarta-feira (28) a introdução de um lockdown em todo o país entre os dias 30 de outubro e 1º de dezembro.

"Plataformas de negociação, que na primavera foram definidas como não essenciais, todos os estabelecimentos que recebem o público, em especial bares e restaurantes, serão fechados", disse Macron.

O presidente francês também afirmou que reuniões públicas estarão proibidas durante o período de lockdown, apontando que os cidadãos só poderão circular para atividades essenciais.

"Você não poderá se mover de uma região para outra", alertou Macron, ressaltando as restrições a viagens durante o período.

Apesar da restrição imposta à mobilidade dos cidadãos franceses, haverá uma flexibilização para quem volta das férias no final de semana.

© REUTERS / Benoit TessierEm Paris, pessoas em um restaurante assistem ao pronunciamento do presidente francês, Emmanuel Macron, anunciando novas medidas de restrições sociais em meio à pandemia da COVID-19, em 28 de outubro de 2020
Macron: restaurantes e bares serão fechados na França durante novo lockdown - Sputnik Brasil
Em Paris, pessoas em um restaurante assistem ao pronunciamento do presidente francês, Emmanuel Macron, anunciando novas medidas de restrições sociais em meio à pandemia da COVID-19, em 28 de outubro de 2020

Nas últimas semanas a França tem visto recordes de casos diários da COVID-19 e já havia introduzido medidas de restrição social como um toque de recolher nacional. No dia 21 de outubro, o país ultrapassou a marca de um milhão de casos do novo coronavírus. Nas últimas semanas a piora na situação da pandemia também gerou medidas em países europeus como Reino Unido, Espanha e Alemanha.

Segundo os dados da Universidade Johns Hopkins, a França acumula hoje 1.280.215 casos da COVID-19 e 35.823 mortes causadas pela doença.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала