Venezuela condena Espanha por facilitar fuga de Leopoldo López

© AP Photo / Phil NijhuisJorge Arreaza, ministro das Relações Exteriores da Venezuela, fala durante coletiva de imprensa
Jorge Arreaza, ministro das Relações Exteriores da Venezuela, fala durante coletiva de imprensa - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Governo da Venezuela acusou neste domingo (25) as autoridades da Espanha de serem cúmplices na fuga do opositor Leopoldo López para Madri.

O chanceler venezuelano acusou a Espanha de violar a Convenção de Viena e classificou López como um "terrorista".

​A Venezuela denuncia a flagrante violação generalizada da Convenção de Viena sobre Relações Diplomáticas pelo Governo do Reino da Espanha, ao facilitar, com notável cumplicidade, a fuga do terrorista Leopoldo López. As investigações estão em andamento.

López foi condenado na Venezuela, acusado de participar de um plano de golpe contra o presidente Nicolás Maduro conhecido como "La Salida", e pela morte de 43 pessoas durante os protestos de 2014.

O líder do partido Vontade Popular aterrissou em Madri neste domingo (25) e, com ajuda das autoridades espanholas, saiu sem ser visto do local rumo à residência de sua família na cidade.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала