Instituto alemão que conta casos de COVID-19 no país sofre ataque incendiário

© REUTERS / Annegret HilseEm Berlim, uma janela aparece quebrada com fuligem em volta na fachada do Instituto Robert Koch - responsável por compilar os dados da pandemia da COVID-19 na Alemanha - que sofreu uma tentativa de incêndio, em 25 de outubro de 2020
Em Berlim, uma janela aparece quebrada com fuligem em volta na fachada do Instituto Robert Koch - responsável por compilar os dados da pandemia da COVID-19 na Alemanha - que sofreu uma tentativa de incêndio, em 25 de outubro de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Indivíduos ainda não identificados tentaram incendiar durante a noite um prédio do Instituto Robert Koch, com sede em Berlim.

A instituição é encarregada de manter a contagem dos casos de COVID-19 na Alemanha. O caso foi reportado pela polícia da cidade neste domingo (25).

"Dispositivos incendiários foram lançados contra a fachada do prédio do Instituto Robert Koch na noite passada", disse a polícia em um comunicado à imprensa.

Um oficial de segurança teria avistado vários indivíduos jogando garrafas contra o prédio por volta das 2h40 hora local (21h40 no horário de Brasília). Como resultado do incidente, a janela foi quebrada. O fogo foi extinto e ninguém ficou ferido.

A polícia iniciou uma investigação, sem descartar que haja motivos políticos por trás do ataque.

© AP Photo / Markus SchreiberEm Berlim, a chanceler alemã, Angela Merkel, chega de máscara a uma reunião de gabinete do governo alemão durante a pandemia da COVID-19, em 21 de outubro de 2020
Instituto alemão que conta casos de COVID-19 no país sofre ataque incendiário - Sputnik Brasil
Em Berlim, a chanceler alemã, Angela Merkel, chega de máscara a uma reunião de gabinete do governo alemão durante a pandemia da COVID-19, em 21 de outubro de 2020

O ataque ocorre em um momento em que países europeus, incluindo a Alemanha, lutam para enfrentar a segunda onda da pandemia e têm registrado recordes de novos casos diários.

No dia anterior ao ataque, em discurso à nação, a chanceler Angela Merkel alertou que o novo coronavírus está se espalhando mais rapidamente do que no início do ano, o que indica que o país ainda não enfrentou seus meses mais difíceis da pandemia. A chanceler pediu aos alemães que evitem viagens, reuniões e atividades ao ar livre.

Segundo os dados da Universidade Johns Hopkins, a Alemanha registra 434.798 casos do novo coronavírus e 10.040 mortes causadas pela doença.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала