Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

EUA, Armênia e Azerbaijão anunciam nova trégua humanitária em Nagorno-Karabakh

© REUTERS / Hayk Baghdasaryan/PhotolureReservistas armênios escutam instruções durante treinamento para combates pela região de Nagorno-Karabakh
Reservistas armênios escutam instruções durante treinamento para combates pela região de Nagorno-Karabakh - Sputnik Brasil
Nos siga no
O Departamento de Estado dos Estados Unidos e os governos da Armênia e do Azerbaijão anunciaram que o cessar-fogo entrará em vigor nesta segunda-feira (26).

Trata-se do terceiro cessar-fogo humanitário na região desde a escalada do conflito em Nagorno-Karabakh. Logo após o anúncio das outras tréguas, tanto Azerbaijão como Armênia se acusaram de violação dos acordos

"O cessar-fogo humanitário entrará em vigor às 8h (hora local) em 26 de outubro de 2020. Os Estados Unidos facilitaram negociações intensivas entre os ministros das Relações Exteriores e os líderes do Grupo de Minsk para aproximar a Armênia e o Azerbaijão para uma resolução pacífica do conflito de Nagorno-Karabakh”, disse o Departamento de Estado neste domingo (25), por meio de um comunicado assinado junto aos governos do Azerbaijão e da Armênia.

De acordo com a nota, o vice-secretário de Estado dos EUA, Stephen Biegun, reuniu-se no sábado (24) com os ministros das Relações Exteriores do Azerbaijão, Jeyhun Bayramov, e da Armênia, Zograb Mnatsakanyan.

O comunicado disse ainda que os dois governos se comprometiam com trégua assinada em Moscou, em 10 de outubro, e reafirmada em declaração emitida em Paris em 17 de outubro, de acordo com declaração conjunta de 1º de outubro dos presidentes dos EUA, Donald Trump, da França, Emmanuel Macron, e da Rússia, Vladimir Putin. 

Conflito por controle de região

Mais cedo, o presidente azeri, Ilham Aliev, disse que Baku estava pronto para discutir um regime de cessar-fogo com a Armênia, desde que Erevan cumprisse algumas condições. 

Desde 27 de setembro a região de Nagorno-Karabakh, localizada na fronteira entre a Armênia e o Azerbaijão, tem sido palco de conflito entre ambos os países.

Baku luta por sua soberania sobre o território, ao passo que Erevan defende a autodeterminação da população local, majoritariamente armênia, sobre o futuro da região.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала