Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Afeganistão alega ter matado um dos principais líderes da Al-Qaeda

© AP Photo / Hani MohammedLogotipo da Al-Qaeda no Iêmen
Logotipo da Al-Qaeda no Iêmen - Sputnik Brasil
Nos siga no
As forças de segurança do Afeganistão informaram neste sábado (24) que assassinaram o atual número dois da Al-Qaeda, Abu Muhsin al-Masri, segundo afirmou a Diretoria Nacional de Segurança (NDS) do país, neste sábado (24).

Al-Masri era um dos líderes veteranos da Al-Qaeda (organização terrorista proibida na Rússia e em muitos outros países) e teria trabalhado com Osama bin Laden.

Abu Muhsin al-Masri integrava a lista de terroristas mais procurados do FBI e foi acusado pela justiça dos Estados Unidos de fornecer apoio material e recursos para uma "organização terrorista estrangeira e de conspiração para assassinar americanos".

De acordo com a Diretoria Nacional de Segurança (NDS) do Afeganistão, citada pela agência Reuters, Al-Masri foi morto durante uma operação especial na província de Ghazni, no leste do país.

No mês passado, o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse que menos de 200 integrantes da Al-Qaeda permanecem no Afeganistão.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала