Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Bolsonaro é avaliado positivamente por 37% da população, diz pesquisa

© Foto / Tomaz Silva/Ag. BrasilJair Bolsonaro cumprimenta apoiadores na saída de sua casa, na Barra da Tijuca, zona oeste da capital fluminense
Jair Bolsonaro cumprimenta apoiadores na saída de sua casa, na Barra da Tijuca, zona oeste da capital fluminense - Sputnik Brasil
Nos siga no
Entre os que souberam do dinheiro na cueca do senador Chico Rodrigues (52%), 74% não mudaram sua avaliação sobre o presidente Bolsonaro. Os que mais mudaram de opinião foram os pesquisados com ensino superior (26%) e classe A/B (31%).

Em pesquisa feita pela EXAME/IDEIA, divulgada nesta sexta-feira (23), o presidente Jair Bolsonaro manteve seus índices de avaliação e atingiu 37% nos conceitos "ótimo/bom". Analogamente, 35%, classificou a gestão de Bolsonaro como ruim ou péssima. Para outros 37%, a atuação do governo é regular.

​A taxa de maior aprovação (57%) está localizada no norte do país, seguido por, respectivamente, centro-oeste (48%) e a região sul (47%).

No sudeste, 29% da população avaliou o governo como péssimo.

"Os números mostram que a avaliação do presidente mantém-se resiliente, dentro da margem de erro. O trabalho revela também que a eleição municipal pode ter surpresas até 15 de novembro. É notável que 21% dos entrevistados talvez não votem por causa da pandemia. E que 50% sequer escolheram em quem votar", afirma Renato Mimica, diretor da Exame Research.

O estudo promoveu 1.200 entrevistas, entre homens e mulheres residentes no Brasil com idade igual ou superior a 16 anos. A pesquisa tem uma margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Além dos índices de popularidade, a pesquisa também apresentou questões relevantes sobre as eleições municipais deste ano, e o tema da corrupção no Brasil.

Corrupção

No atual governo, há uma divisão da opinião pública sobre a evolução da corrupção no Brasil. Para 37% nem aumentou, e nem diminuiu. Enquanto isso, 34% acreditam que aumentou, e 25% consideram que diminuiu.

Os que mais acreditam na redução da corrupção são da região Norte (40%). De acordo com a EXAME/IDEIA, a perspectiva sobre a evolução da corrupção no governo é: para 29% vai aumentar, 35% acreditam que será igual, e para 27% deve diminuir.

O estudo ressalta a importância deste tema, uma vez que a avaliação/aprovação do governo é a principal variável que define o otimismo ou pessimismo sobre o tema da corrupção.

Eleições Municipais

O cenário descrito pela pesquisa mostra que podem ocorrer muitas variações e surpresas nos pleitos municipais até o dia 15 de novembro. O número de eleitores que vai às urnas, por exemplo, é incerto: o estudo indica que 21% talvez não votem por causa da pandemia.

O EXAME/IDEIA também concluiu que 50% dos brasileiros ainda não escolheram um(a) candidato(a). Nos segmentos de renda/escolaridade mais baixas, os números chegam a quase dois terços dos eleitores (63% da classe D/E por exemplo). Entre esses, 27% devem definir o(a) candidato(a) na última semana e 16% somente no dia de votar.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала