- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Mídia: carta de Bolsonaro a Putin por liberdade de brasileiro será entregue por embaixadora

© Sputnik / Ramil Sitdikov / Abrir o banco de imagensPresidente russo Vladimir Putin e presidente brasileiro Jair Bolsonaro em Brasília, durante cúpula do BRICS (imagem de arquivo)
Presidente russo Vladimir Putin e presidente brasileiro Jair Bolsonaro em Brasília, durante cúpula do BRICS (imagem de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A carta do presidente brasileiro Jair Bolsonaro pedindo ao presidente da Rússia, Vladimir Putin, a soltura de Robson Oliveira, deve ser entregue na semana que vem.

Conforme publicou o portal G1 na quarta-feira (21), a carta de Bolsonaro deverá ser entregue ao governo russo pela embaixadora Márcia Donner Abreu e pelo senador Nelsinho Trad (PSD-MS). Abreu é secretária de Negociações Bilaterais na Ásia, Pacífico e Rússia do Ministério das Relações Exteriores do Brasil. Já o senador Trad é presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado.

A carta será entregue aproveitando uma viagem da embaixadora à Rússia, que participará, na quarta-feira (28), da Reunião de Consultas Políticas Brasil-Rússia.

© REUTERS / Adriano MachadoPresidente do Brasil, Jair Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto, Brasília, 19 de outubro de 2020
Mídia: carta de Bolsonaro a Putin por liberdade de brasileiro será entregue por embaixadora - Sputnik Brasil
Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto, Brasília, 19 de outubro de 2020

Robson Oliveira está preso na Rússia desde 2019 após entrar no país com duas caixas de remédios para serem entregues à família do jogador de futebol Fernando, atual volante do time chinês Beijing Guoan.

À época, Fernando atuava pelo time russo Spartak, de Moscou. Oliveira tentou entrar na Rússia com o remédio cloridrato de metadona, que seria do sogro de Fernando. No entanto, a substância é proibida no território russo. Segundo o G1, Robson afirma que não sabia que os remédios estavam na mala e que a substância teria sido colocada em sua bagagem pela família de Fernando.

No dia 6 de outubro o presidente Bolsonaro se comprometeu a fazer contato com Putin para pedir a liberação de Robson Oliveira. No mesmo dia, à Sputnik Brasil, advogados de Robson Oliveira afirmaram que o contato a nível presidencial pode ajudar a libertar o brasileiro e conseguir o "perdão russo".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала