Coreia do Sul alerta sobre rápido desenvolvimento dos mísseis norte-coreanos

© REUTERS . KCNALíder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, supervisiona teste militar em uma localidade não identificada, 2 de março de 2020
Líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, supervisiona teste militar em uma localidade não identificada, 2 de março de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Recentemente, Pyongyang exibiu durante um desfile militar dois novos mísseis balísticos, um intercontinental e outro lançado a partir de submarinos, bem como outras armas.

A Coreia do Norte está desenvolvendo suas capacidades de mísseis a um ritmo "muito mais rápido do que o esperado" e se aproximou significativamente das tecnologias de armas de Seul, segundo o diretor da Agência para o Desenvolvimento da Defesa sul-coreana, Nam Sae-kyu, citado pela agência de notícias Yonhap.

"Pensava que estávamos uns 20 anos à frente em termos de mísseis balísticos [de combustível] sólido ou outros sistemas de mísseis, porém depois de assistir [ao desfile militar em Pyongyang], notei que a diferença foi reduzida para mais de metade", observou.

No dia 10 de outubro, a Coreia do Norte realizou um desfile militar para comemorar os 75 anos da fundação do seu Partido dos Trabalhadores, durante o qual exibiu um novo míssil balístico intercontinental e um novo míssil balístico lançado por submarinos, junto com outras armas.

© AP Photo / KRT via APImagem feita a partir de um vídeo transmitido pela Televisão Central Coreana (KCTV, na sigla em inglês) mostra desfile militar com um possível novo míssil balístico intercontinental (ICBM, também na sigla em inglês), na Praça Kim Il-sung, em Pyongyang, 10 de outubro de 2020
Coreia do Sul alerta sobre rápido desenvolvimento dos mísseis norte-coreanos - Sputnik Brasil
Imagem feita a partir de um vídeo transmitido pela Televisão Central Coreana (KCTV, na sigla em inglês) mostra desfile militar com um possível novo míssil balístico intercontinental (ICBM, também na sigla em inglês), na Praça Kim Il-sung, em Pyongyang, 10 de outubro de 2020

"Fizemos muitas análises [sobre as armas mostradas durante o desfile]. Senti que estão melhorando de maneira mais prática do que há cinco anos", indicou Sae-kyu.

Segundo os especialistas, o novo míssil balístico intercontinental norte-coreano é um dos maiores mísseis deste tipo do mundo e representa uma arma "muito desestabilizadora", aparentemente destinada a ameaçar o sistema de defesa antimíssil norte-americano e a agravar as tensões entre o país e resto do mundo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала