Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

RFPI e farmacêutica Dr. Reddy's recebem aprovação para testes clínicos da vacina russa na Índia

© Sputnik / RFPI e Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya / Abrir o banco de imagensFrascos da vacina Sputnik V (foto de arquivo)
Frascos da vacina Sputnik V (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga no
A primeira vacina contra o coronavírus registrada no mundo foi aprovada para testes clínicos da Fase II e Fase III na Índia, após a Bielorrússia, Emirados Árabes Unidos e Venezuela permitirem o mesmo.

O Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo) e a empresa farmacêutica indiana Dr. Reddy's receberam aprovação da Controladoria Geral de Medicamentos da Índia (DCGI, na sigla em inglês) para conduzir a segunda e terceira fases de testes clínicos da vacina Sputnik V no país do sul da Ásia, informa o RFPI.

"Serão realizados no país ensaios controlados multicêntricos e randomizados, que incluirão testes de segurança e imunogenicidade", disse a entidade.

O RFPI e a Dr. Reddy's acordaram uma parceria para conduzir testes clínicos da Sputnik V na Índia em setembro. O RFPI também fornecerá 100 milhões de doses da vacina à farmacêutica da Índia após receber aprovação das autoridades reguladoras do país, segundo o acordo.

"Temos o prazer de trabalhar com os reguladores da Índia e forneceremos dados sobre segurança e imunogenicidade da vacina obtidos nos ensaios da Fase III na Rússia para complementar os dados dos ensaios clínicos na Índia e apoiar os ensaios bem-sucedidos da Sputnik V no país", disse Kirill Dmitriev, diretor do RFPI.

Além dessa, três vacinas contra o coronavírus estão sendo testadas na Índia, Covaxin, ZycovD e ChAdOx1, a última das quais, desenvolvida pela Universidade de Oxford, Reino Unido, tem o Instituto do Soro da Índia conduzindo testes de Fase II em 17 centros médicos, estando perto de entrar na Fase III.

O RFPI e seus parceiros também estão realizando ensaios clínicos na Bielorrússia, Emirados Árabes Unidos e Venezuela.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала