Detectado fator que pode aumentar o risco de morte por COVID-19 em 9 vezes

© AP Photo / Erwin Jacob MicianoEm Los Angeles, nos EUA, profissionais de saúde dentro de um navio-hospital tratam um paciente como parte de um esforço de apoio aos hospitais da região para liberar leitos em meio à pandemia da COVID-19, em 29 de março de 2020
Em Los Angeles, nos EUA, profissionais de saúde dentro de um navio-hospital tratam um paciente como parte de um esforço de apoio aos hospitais da região para liberar leitos em meio à pandemia da COVID-19, em 29 de março de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Obesidade é um dos fatores de risco de morte e de evolução desfavorável do coronavírus, segundo cientista russo.

Entre os pacientes com obesidade, o risco de morte por coronavírus aumenta em até nove vezes, anunciou o diretor-geral do Centro Nacional de Pesquisa Médica V. A. Almazov, presidente da Sociedade Cardíaca da Rússia e acadêmico da Academia de Ciências da Rússia, Evgeny Shlyakhto.

Além disso, pessoas obesas têm probabilidade superior a sete vezes de apresentarem casos graves de COVID-19, acrescentou o cientista.

"Como resultado, chegamos à conclusão de que é preciso de terapia personalizada. Ela permite diminuir significativamente o risco de mortalidade", informou o cientista no âmbito da conferência.

Rússia já registrou 1.354.163 casos, mais de 23 mil mortes e 1.048.097 pacientes recuperados da COVID-19. No mundo há 38.950.789 casos confirmados, mais de um milhão de mortes e 26.701.841 pacientes recuperados do coronavírus.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала