Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Vice-líder do governo Bolsonaro bomba no Twitter após esconder dinheiro entre as nádegas

Nos siga no
Polícia Federal acabou conseguindo apreender dinheiro desviado em Roraima, só que em local um tanto íntimo – na cueca do senador Chico Rodrigues (DEM-RR), que está causando fuzuê no Twitter.

Operação da Polícia Federal (PF) estava sendo realizada em Roraima para combater o desvio de recursos destinados ao enfrentamento da COVID-19. Em um dos alvos, a PF apreendeu cerca de R$ 30 mil, e havia dinheiro até na cueca.

Por ironia do destino, o alvo que guardou dinheiro na cueca é nada mais, nada menos que o vice-líder do governo Bolsonaro, o senador Chico Rodrigues (DEM-RR).

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, até já mandou afastá-lo do grupo de vice-líderes, segundo o portal G1.

"O presidente reagiu irritado. Mandou afastar o senador, ele não pode ficar. O ideal é que ele se antecipe e deixe o posto. Mas, se isso não acontecer, ele vai ser simplesmente afastado do grupo", afirmou um assessor presidencial.

Mas nem mesmo a "irritação" de Bolsonaro está conseguindo abafar a apreensão de dinheiro público na cueca de Chico Rodrigues, que está dominando quase todos os assuntos mais comentados no Twitter nesta quinta-feira (15).

Um tweet de 2015 de Carlos Bolsonaro está sendo usado contra o filho do presidente.

​Carluxo, como é chamado Carlos Bolsonaro, não está escapando das críticas, que englobam contratação de seu primo próximo pelo senador Chico Rodrigues.

​Confira vídeo de Bolsonaro e Rodrigues sobre "quase união estável" e "resgate da moralidade".

​Chico Rodrigues foi pego pela PF com dinheiro público na cueca, dias depois de Bolsonaro dizer que "no meu governo não tem corrupção".

​Indo abrir a porta.

​Perfis bolsonaristas estão expondo o caso como se fosse somente de um senador, e não do vice-líder do governo Bolsonaro.

​Aquela passada de pano.

​A Polícia Federal não esperava ter que lavar dinheiro.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала