Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Cientistas britânicos apontam mais uma complicação inesperada da COVID-19

© Sputnik / Aleksei MaishevAgente de saúde cuida de paciente na Unidade de Terapia Intensiva do hospital Filatov de Moscou, na Rússia, 21 de maio de 2020
Agente de saúde cuida de paciente na Unidade de Terapia Intensiva do hospital Filatov de Moscou, na Rússia, 21 de maio de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga no
A infecção pelo coronavírus SARS-CoV-2 pode causar perda de audição súbita e irreversível.

Cientistas britânicos descreveram o histórico clínico de um paciente de 45 anos de idade, que foi hospitalizado com sintomas da COVID-19, e dez dias depois foi transferido para UTI para ser ligado a ventilador pulmonar por dificuldades respiratórias. Depois de um mês, o paciente apresentou outras complicações, e foi medicado com Remdesivir e esteroides e recebeu transfusão de sangue.

Depois de receber alta da UTI, o paciente começou a ouvir um zumbido no ouvido esquerdo e em poucos dias ficou surdo. Exames de seus canais auditivos não constataram qualquer bloqueio ou inflamação.

Teste auditivo revelou perda de audição no ouvido esquerdo. O paciente foi tratado com comprimidos de esteroides e injeções, conseguindo recuperação parcial da audição, de acordo com Medical Press.

Os médicos excluíram outras causas possíveis deste estado, incluindo artrite reumatoide, gripe e HIV, e concluíram que a perda de audição está ligada à COVID-19.

Segundo os especialistas, trata-se da primeira vez em que se depararam com perda completa de audição em paciente com COVID-19 no território do Reino Unido. Há apenas quatro referências desta complicação em estudos científicos.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала