Armênia e Azerbaijão aceitam proposta de Putin de consultas na Rússia sobre Nagorno-Karabakh

© Sputnik / Mikhail Voskresensky / Abrir o banco de imagensResidências destruídas após ataques à cidade de Ganja, em Nagorno-Karabakh
Residências destruídas após ataques à cidade de Ganja, em Nagorno-Karabakh - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Armênia e Azerbaijão confirmaram participação nas consultas em Moscou, informou Maria Zakharova, representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia.

"Baku e Erevan confirmaram participação nas consultas em Moscou. Preparativos ativos estão em andamento", afirmou Zakharova.

Consultas trilaterais – Armênia, Azerbaijão e Rússia – sobre Nagorno-Karabakh acontecerão nesta sexta-feira (9) entre os ministros das Relações Exteriores dos países envolvidos, de acordo com o MRE russo.

Anteriormente, foi noticiado que o presidente russo, Vladimir Putin, convidou ministros das Relações Exteriores da Armênia e do Azerbaijão para participarem de negociações em prol da resolução do conflito na disputada região de Nagorno-Karabakh.

Além disso, o presidente russo pediu o fim das hostilidades em Nagorno-Karabakh por razões humanitárias e para o intercâmbio de prisioneiros e pessoas falecidas.

No domingo (27), confrontos eclodiram em Nagorno-Karabakh, já tendo deixado centenas de mortos e feridos. Rússia, França e Estados Unidos estão entre os países que pediram o fim imediato das hostilidades na contestada região.

A linha de contato divide as forças armênias (o Exército de Defesa de Nagorno-Karabakh) e as Forças Armadas do Azerbaijão. Ela foi estabelecida após o cessar-fogo de maio de 1994, que terminou com a guerra entre 1988 e 1994 entre os dois países.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала