Mídia norte-americana revela destróieres russos que causam temor nos submarinos dos EUA

© Sputnik / Aleksei Danichev / Abrir o banco de imagensNavios da Marinha russa (foto de arquivo)
Navios da Marinha russa (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
As fragatas dos projetos 1155, classe Fregat, e 1155.1, classe Admiral Chabanenko, são as embarcações mais perigosas para os submarinos norte-americanos, segundo o portal We Are The Mighty.

De acordo com a mídia norte-americana, as embarcações foram projetadas para proteger porta-aviões da classe Kiev e cruzadores da classe Kirov contra os submarinos.

A primeira embarcação do projeto 1155, o destróier Udaloy, tinha um deslocamento de 6.700 toneladas e uma velocidade de 29 nós e transportava dois helicópteros antissubmarino Ka-27, conforme cita o GlobalSecurity.org.

"Esta embarcação tinha uma série de capacidades que podiam causar pesadelos aos comandantes de submarinos norte-americanos", cita a mídia.

A capacidade mais assustadora da embarcação eram os dois lançadores quádruplos do sistema Rastrub-B, que tinham alcance maior que o dos torpedos de submarinos da OTAN.

© Sputnik / Konstantin ChalabovDestróier russo (imagem ilustrativa)
Mídia norte-americana revela destróieres russos que causam temor nos submarinos dos EUA - Sputnik Brasil
Destróier russo (imagem ilustrativa)

O destróier também contava com duas peças de artilharia de 100 milímetros, potente artilharia antiaérea e outras armas potentes.

Foram construídos 12 destes navios, oito dos quais estão hoje em serviço, fornecendo capacidades antissubmarino.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала