Guatemala expulsa mais de 3.300 imigrantes hondurenhos

© AP Photo / Moises CastilloMigrantes cruzando o rio Suchiate, na fronteira entre a Guatemala e o México (arquivo)
Migrantes cruzando o rio Suchiate, na fronteira entre a Guatemala e o México (arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Guatemala expulsou 3.384 migrantes hondurenhos que entraram no país com o objetivo de se dirigir aos Estados Unidos em meio à pandemia da COVID-19, anunciou neste domingo (4) o presidente guatemalteco Alejandro Giammattei.

Em discurso televisionado, o chefe de Estado afirmou que as forças de segurança do país foram orientadas a conter a caravana de migrantes, que, segundo ele, poderia ser um fator adicional de risco à propagação do novo coronavírus.

"É nossa obrigação reduzir o perigo de contágio ou ressurgimento da doença", disse Giammattei, citado pela AFP, afirmando ter superado a COVID-19 após ser infectado há pouco mais de duas semanas.

A caravana de migrantes entrou no leste da Guatemala na última quinta-feira (1º), forçando um cordão militar, e depois se dividiu em grupos que tentaram se mover em direção ao México, país que fechou suas fronteiras devido à pandemia, destaca a agência.

De acordo com o Centro de Recursos de Coronavírus da Universidade Johns Hopkins, a Guatemala já registrou 93.963 casos de pessoas contaminadas pela COVID-19 desde o início do surto. Ao menos 3.293 dos infectados morreram em decorrência da doença.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала