Clínica alemã que tratou Navalny não encontrou vestígios de agentes de guerra química, diz Lavrov

© REUTERS / Michele TantussiVista do Complexo Hospitalar Charité Mitte em Berlim
Vista do Complexo Hospitalar Charité Mitte em Berlim - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os médicos da clínica Charité em Berlim, tal como os colegas russos, não encontraram vestígios de agentes de guerra química nas análises do opositor Aleksei Navalny, isto já foi feito no laboratório da Bundeswehr (Forças Armadas da Alemanha), disse chanceler russo Sergei Lavrov.

"Eles, [os médicos em Omsk] não encontraram quaisquer evidências de agentes de guerra química, eles foram honestos em relação a isto. Mas queria chamar atenção que na clínica alemã Charité também não foram detectadas quaisquer substâncias tóxicas nas análises [de Navalny], isso foi já feito na clínica da Bundeswehr", disse Lavrov em uma reunião com representantes da Associação de Empresas Europeias na Rússia.

"Até agora ainda não sabemos se foram os suecos e franceses que fizeram as análises ou se os alemães lhes entregaram. E o fato de nossos parceiros estarem tentando manter tudo em segredo, turvar as águas, é algo que nos preocupa muito. Queremos encontrar a verdade e vamos procurar fazê-lo", afirmou chanceler russo.

Ele observou ainda que, quando os médicos da cidade de Omsk estavam transferindo Navalny aos colegas alemães, eles lhes apresentaram todos os resultados de suas análises.

© REUTERS / Conta Instagram de @navalny / HandoutAleksei Navalny descendo de escadas
Clínica alemã que tratou Navalny não encontrou vestígios de agentes de guerra química, diz Lavrov - Sputnik Brasil
Aleksei Navalny descendo de escadas

Em 2 de setembro, o porta-voz do governo alemão Steffen Seibert relatou que testes toxicológicos realizados por um laboratório das Forças Armadas da Alemanha mostraram que o blogueiro tinha sido envenenado com uma substância do grupo Novichok.

Leonid Rink, desenvolvedor do agente nervoso Novichok, todavia não considera convincente a evidência apresentada pela Alemanha sobre o alegado uso do Novichok contra Navalny, pois, segundo Rink, se isso tivesse acontecido, os efeitos teriam sido diferentes.

O envenenamento de um dos principais líderes da oposição russa, Aleksei Navalny, no final de agosto, levou algumas figuras da Europa e de outros países ocidentais a pedirem sanções contra a Rússia, embora o papel de Moscou não tenha sido de forma alguma comprovado ou mesmo anunciado de forma clara.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала