Catástrofe ecológica mata animais marinhos e muda paisagens da península russa de Kamchatka

Nos siga noTelegram
Região russa vive desafio para lidar com um dos maiores desastres ambientais de sua história, afetando sua vasta vida marinha.

A península russa, no Extremo Oriente do país, está presenciando uma de suas maiores catástrofes ambientais. Em um esforço para salvar a rica vida marinha da região, autoridades locais e federais foram convocadas.

Enquanto amostras são coletadas para maiores estudos, a população de Kamchatka e do mundo já pode constatar os efeitos da catástrofe através de imagens como estas.

© Sputnik / Aleksandr Piragis / Abrir o banco de imagensFuncionário da polícia de Kamchatka visita praia durante coleta de amostras.
Funcionário da polícia de Kamchatka visita praia durante coleta de amostras - Sputnik Brasil
1/15
Funcionário da polícia de Kamchatka visita praia durante coleta de amostras.
© Sputnik / Aleksandr Piragis / Abrir o banco de imagensPescador demonstra caranguejo vivo afetado por desastre ecológico em Kamchatka.
Pescador demonstra caranguejo vivo afetado por desastre ecológico em Kamchatka - Sputnik Brasil
2/15
Pescador demonstra caranguejo vivo afetado por desastre ecológico em Kamchatka.
© Sputnik / Aleksandr Piragis / Abrir o banco de imagensFuncionário da polícia da região de Kamchatka auxilia em coleta de animais afetados pelo incidente.
Funcionário da polícia da região de Kamchatka auxilia em coleta de animais afetados pelo incidente - Sputnik Brasil
3/15
Funcionário da polícia da região de Kamchatka auxilia em coleta de animais afetados pelo incidente.
© Sputnik / Aleksandr Piragis / Abrir o banco de imagensOndas do oceano Pacífico na região russa de Kamchatka.
Ondas do oceano Pacífico na região russa de Kamchatka - Sputnik Brasil
4/15
Ondas do oceano Pacífico na região russa de Kamchatka.
© Sputnik / Aleksandr Piragis / Abrir o banco de imagensPessoas caminham em praia de Kamchatka, no Extremo Oriente russo.
Pessoas caminham em praia de Kamchatka, no Extremo Oriente russo - Sputnik Brasil
5/15
Pessoas caminham em praia de Kamchatka, no Extremo Oriente russo.
© Sputnik / Aleksandr Piragis / Abrir o banco de imagensMembro do Comitê de Investigação da Rússia na região de Kamchatka recolhe amostra de água do mar em garrafa.
Membro do Comitê de Investigação da Rússia na região de Kamchatka recolhe amostra de água do mar em garrafa - Sputnik Brasil
6/15
Membro do Comitê de Investigação da Rússia na região de Kamchatka recolhe amostra de água do mar em garrafa.
© Sputnik / Aleksandr Piragis / Abrir o banco de imagensPolicial passa por praia enquanto ocorre a coleta de amostras do incidente em Kamchatka, na Rússia.
Policial passa por praia enquanto ocorre a coleta de amostras do incidente em Kamchatka, na Rússia - Sputnik Brasil
7/15
Policial passa por praia enquanto ocorre a coleta de amostras do incidente em Kamchatka, na Rússia.
© Sputnik / Aleksandr Piragis / Abrir o banco de imagensEstrela do mar encontrada na areia de praia de Kamchatka, no Extremo Oriente russo.
Estrela do mar encontrada na areia de praia de Kamchatka, no Extremo Oriente russo - Sputnik Brasil
8/15
Estrela do mar encontrada na areia de praia de Kamchatka, no Extremo Oriente russo.
© Sputnik / Aleksandr Piragis / Abrir o banco de imagensJornalistas entrevistam o governador da região de Kamchatka, Vladimir Solodov, sobre incidente ecológico.
Jornalistas entrevistam o governador da região de Kamchatka, Vladimir Solodov, sobre incidente ecológico - Sputnik Brasil
9/15
Jornalistas entrevistam o governador da região de Kamchatka, Vladimir Solodov, sobre incidente ecológico.
© Sputnik / Aleksandr Piragis / Abrir o banco de imagensFundador da escola de surfe Snowave, Anton Morozov, durante entrevistas em praia da região russa de Kamchatka.
Fundador da escola de surfe Snowave, Anton Morozov, durante entrevistas em praia da região russa de Kamchatka - Sputnik Brasil
10/15
Fundador da escola de surfe Snowave, Anton Morozov, durante entrevistas em praia da região russa de Kamchatka.
© Sputnik / Aleksandr Piragis / Abrir o banco de imagensHomem demonstra ouriço-do-mar coletado em praia de Kamchatka para análises relativas ao incidente ecológico.
Homem demonstra ouriço-do-mar coletado em praia de Kamchatka para análises relativas ao incidente ecológico - Sputnik Brasil
11/15
Homem demonstra ouriço-do-mar coletado em praia de Kamchatka para análises relativas ao incidente ecológico.
© Sputnik / Aleksandr Piragis / Abrir o banco de imagensCaranguejos pescados na baía de Avacha, no Extremo Oriente russo.
Caranguejos pescados na baía de Avacha, no Extremo Oriente russo - Sputnik Brasil
12/15
Caranguejos pescados na baía de Avacha, no Extremo Oriente russo.
© Sputnik / Aleksandr Piragis / Abrir o banco de imagensFamília brinca em praia de Kamchatka banhada pelo oceano Pacífico.
Família brinca em praia de Kamchatka banhada pelo oceano Pacífico - Sputnik Brasil
13/15
Família brinca em praia de Kamchatka banhada pelo oceano Pacífico.
© Sputnik / Aleksandr Piragis / Abrir o banco de imagensOuriços-do-mar afetados por incidente ecológico na areia de praia na região russa de Kamchatka.
Ouriços-do-mar afetados por incidente ecológico na areia de praia na região russa de Kamchatka - Sputnik Brasil
14/15
Ouriços-do-mar afetados por incidente ecológico na areia de praia na região russa de Kamchatka.
© Sputnik / Aleksandr Piragis / Abrir o banco de imagensPlaca sinaliza que praia de Kamchatka, no Extremo Oriente russo, não pode ser usada para nadar.
Placa sinaliza que praia de Kamchatka, no Extremo Oriente russo, não pode ser usada para nadar - Sputnik Brasil
15/15
Placa sinaliza que praia de Kamchatka, no Extremo Oriente russo, não pode ser usada para nadar.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала