Sputnik V: vacina apresenta resultado promissor durante testes na Bielorrússia, segundo Moscou

© Sputnik / Abrir o banco de imagensVacinação de voluntários com vacina russa Sputnik V na Bielorrússia
Vacinação de voluntários com vacina russa Sputnik V na Bielorrússia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Ministro da Saúde russo ressaltou bom resultado apresentado por testes pós-registro da vacina Sputnik V contra a COVID-19 na Bielorrússia.

Em declaração a jornalistas, o ministro da Saúde russo, Mikhail Murashko, disse:

"Os testes começaram com a participação de nossos colegas da Bielorrússia. Nós vemos que o resultado que recebemos hoje é esperançoso."

A vacina Sputnik V, a primeira do tipo a ser registrada no mundo e que foi desenvolvida pelo Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya, da Rússia, tem atraído a atenção de diversos países na luta contra a pandemia de COVID-19.

Segundo o Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo), o medicamento já teve mais de 1,2 bilhão de doses encomendadas.

Fora a Rússia, mais de 50 países do mundo deverão vacinar sua população com a Sputnik V, incluindo o Brasil, onde os estados do Paraná e Bahia já fecharam acordo para o fornecimento da vacina, cujo uso só depende da autorização dos órgãos reguladores.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала