Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Luiz Fux testa positivo para COVID-19

© Folhapress / Pedro LadeiraEm Brasília, o novo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Luiz Fux, durante sessão em 11 de setembro de 2020.
Em Brasília, o novo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Luiz Fux, durante sessão em 11 de setembro de 2020. - Sputnik Brasil
Nos siga no
O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, foi diagnosticado com COVID-19 nesta segunda-feira (14).

Segundo publicou o portal G1, a assessoria do STF informou que Fux foi diagnosticado com COVID-19 após buscar atendimento médico depois de constatar aumento de sua temperatura corporal. O presidente do STF permanecerá isolado pelos próximos dez dias, seguindo o protocolo relacionado à doença.

Luiz Fux tomou posse como o novo presidente do STF na quinta-feira (10), no lugar do ministro Dias Toffoli. Em cerimônia restrita, Fux aproveitou o discurso de posse para afirmar que não aceitará ataques ao Supremo e que fortalecerá o combate à corrupção.

© Folhapress / Pedro LadeiraO ministro Luiz Fux. Sessão solene de Abertura dos Trabalhos do Judiciário no STF (Supremo Tribunal Federal).
Luiz Fux testa positivo para COVID-19 - Sputnik Brasil
O ministro Luiz Fux. Sessão solene de Abertura dos Trabalhos do Judiciário no STF (Supremo Tribunal Federal).

O presidente do STF, que está no Rio de Janeiro, decidiu cancelar uma sessão, que aconteceria na terça-feira (15), do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), órgão que ele também preside. A sessão da quarta-feira (16) do STF deverá ser comandada por Fux via videoconferência.

Diversas autoridades brasileiras foram contaminadas pelo novo coronavírus. Entre elas, o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, o presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre, o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, o governador do Ceará, Renan Filho e o governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала