Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

'Nave alienígena em forma de losango' é vista na superfície do asteroide Bennu (FOTO)

© AP Photo / NASA/Goddard/Universidade do ArizonaImagem artística mostra mapeamento do asteroide Bennu pela sonda da NASA OSIRIS-REx
Imagem artística mostra mapeamento do asteroide Bennu pela sonda da NASA OSIRIS-REx - Sputnik Brasil
Nos siga no
Enquanto uns veem uma nave espacial com formato de losango, parecida com uma base utilizada em beisebol, a NASA garante que o objeto não se trata de um OVNI, mas simplesmente uma rocha.

O blogueiro espacial e teórico da conspiração Scott C. Waring fez uma nova descoberta. Dessa vez, o caçador de OVNIs voltou as atenções para o asteroide Bennu, que desde 2018 é assistido pela espaçonave OSIRIS-REx, da agência espacial norte-americana NASA.

Waring defende que a NASA avistou um pequeno OVNI na superfície de Bennu e que a agência espacial está tentando encobrir as evidências de um "pequeno objeto metálico assentado sobre uma rocha".

Nave alienígena de forma quadrilátera plana é descoberta no asteroide Bennu, sonda dá uma olhada de perto, setembro de 2020, notícia de avistamentos de OVNIs.

A foto foi tirada em 2019 e na descrição da foto a NASA chama a missão de "fase do Diamante de Beisebol". Para Waring isso é uma confissão de que a agência está monitorando atividades alienígenas.

"Há um objeto [que parece] diamante brilhante [...] com dois metros de diâmetro. Isso prova 100% que a NASA também viu a nave. Subconscientemente, o autor revelou acidentalmente a verdadeira missão. Para examinar esta nave o mais próximo possível sem pousar a sonda. Veja, a nave tem o formato de uma placa base usada no beisebol. […] Esta é a evidência de que a NASA investiga tecnologia alienígena quando possível", afirma Waring em seu blog.

A agência norte-americana garante que são apenas rochas. Entre as tarefas da missão da nave espacial OSIRIS-REx está o recolhimento de amostras do asteroide para estudo sobre nosso planeta. A tarefa está prevista para 2020, e a amostra chegará à Terra em setembro de 2023. Os astrônomos esperam que o material obtido aumente a compreensão dos asteroides.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала