Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

COVID-19: Biden diz que atitude de Trump custou mais de 50 mil vidas nos EUA

© REUTERS / Leah MillisDonald Trump durante coletiva de imprensa
Donald Trump durante coletiva de imprensa - Sputnik Brasil
Nos siga no
O candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, disse que o atual presidente do país, Donald Trump, poderia ter salvado pelo menos 54 mil vidas se não tivesse minimizado a ameaça da COVID-19 no país.

A fala vem no contexto da publicação nesta quarta-feira (9) pela CNN de uma entrevista de fevereiro em que Trump teria admitido que minimizou a ameaça representada pela COVID-19. A entrevista faz parte do livro ainda não publicado "Rage" (Raiva, em tradução livre), do proeminente jornalista norte-americano Bob Woodward. A CNN transcreveu a gravação, mas o áudio da entrevista ainda não foi divulgado.

"No dia em que atingimos 190 mil mortos pela COVID-19, acabamos de saber por Bob Woodward [repórter do Washington Post] que ele [Trump] sabia em janeiro o quão mortal era a doença: ele sabia e minimizou. Ele mentiu conscientemente e de boa vontade para o país por meses", disse Biden durante um comício no estado de Michigan, nesta quarta-feira (9).

O democrata afirmou ainda que se Trump "tivesse agido duas semanas antes, 54 mil vidas teriam sido salvas apenas em março e abril". Biden ainda acusou Trump de não fazer seu trabalho de propósito. "É mais que desprezível, é um abandono do dever. É uma vergonha", disse o candidato democrata.

© REUTERS / Kevin LamarqueJoe Biden aceita nomeação do Partido Democrata como candidato presidencial.
COVID-19: Biden diz que atitude de Trump custou mais de 50 mil vidas nos EUA - Sputnik Brasil
Joe Biden aceita nomeação do Partido Democrata como candidato presidencial.

Mais tarde, o líder da minoria no senado dos EUA, Chuck Schumer, ecoou as críticas de Biden em uma entrevista coletiva no Capitólio e disse que agora havia "provas contundentes de que Donald Trump mentiu e pessoas morreram". O senador disse que Trump tratou a COVID-19 como um problema de relações públicas em vez de uma crise séria de saúde.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала