- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Chanceleres do BRICS debatem questões da agenda internacional em reunião virtual

© Sputnik / Imprensa da chancelaria russa / Abrir o banco de imagensChanceler russo Sergei Lavrov participa de reunião com ministros das Relações Exteriores do BRICS, 28 de abril de 2020
Chanceler russo Sergei Lavrov participa de reunião com ministros das Relações Exteriores do BRICS, 28 de abril de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Foi realizada nesta sexta-feira (4) uma reunião de ministros das Relações Exteriores do BRICS, sob a presidência de turno da Federação da Rússia, para discutir uma série de assuntos multilaterais.

No evento, realizado por videoconferência, os chanceleres de Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul trocaram impressões sobre as grandes questões das agendas internacional e regionais nas esferas política, de segurança, econômica, comercial, financeira e de desenvolvimento sustentável, bem como avaliaram o progresso nas atividades intra-BRICS e discutiram também possibilidades de apoio mútuo a suas iniciativas e cooperação mais estreita na 75ª sessão da Assembleia Geral da ONU, conforme explicou o Itamaraty em nota enviada à Sputnik Brasil. 

Pautados pela comemoração do 75º aniversário da fundação das Nações Unidas, os ministros reafirmaram o compromisso de seus países de preservar e respeitar o direito internacional, com a ONU desempenhando papel central para que Estados soberanos cooperem para manter a paz e a segurança, fazer avançar o desenvolvimento sustentável e garantir a promoção e a proteção dos direitos humanos e das liberdades fundamentais para todos.

"Os ministros conclamaram ainda por uma postura resoluta contra a reabilitação da ideologia nazista, o racismo e a xenofobia, e a distorção da história. Reafirmaram a necessidade de fortalecer a cooperação internacional para construir um futuro compartilhado mais brilhante para a comunidade internacional. Enfatizaram seu apoio aos esforços para tornar a governança internacional mais inclusiva, representativa e participativa, com maior participação dos mercados emergentes e países em desenvolvimento na tomada de decisões internacional", disse o Ministério das Relações Exteriores do Brasil.

Temas como a pandemia da COVID-19, controle de armas, aumento da violência, conflitos internacionais, combate ao terrorismo, às drogas e à corrupção também foram tratados, e todos elogiaram o fato de que, apesar de todos os desafios de 2020, o grupo conseguiu manter o ímpeto e continuar suas atividades, visando a produzir resultados concretos em benefício dos cidadãos. 

"A Rússia enfatizou sua determinação de garantir o avanço da parceria estratégica do BRICS nos três pilares de política e segurança, economia e finanças, e cultura e intercâmbios interpessoais. Índia, China, África do Sul e Brasil estenderam total apoio à Rússia para sediar a XII Cúpula do BRICS no outono de 2020 e se comprometeram a trabalhar conjuntamente por resultados frutíferos."

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала