Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Quase 80 contêineres com produtos químicos perigosos são encontrados em Beirute, diz Exército

© AP Photo / Hussein MallaHomem com ferimento nas pernas observa destruição causada por explosão que atingiu porto de Beirute, no Líbano
Homem com ferimento nas pernas observa destruição causada por explosão que atingiu porto de Beirute, no Líbano - Sputnik Brasil
Nos siga no
Especialistas militares libaneses e seus colegas franceses encontraram 79 contêineres com produtos químicos perigosos no porto de Beirute, onde uma explosão mortal ocorreu no início deste mês, informou o Exército do Líbano.
"Durante o período entre 14 e 22 de agosto, 25 contêineres com ácido clorídrico foram encontrados, bem como 54 contêineres que continham outros produtos químicos, cujo vazamento pode ser catastrófico", declarou o Exército libanês em um comunicado na segunda-feira (24).

Em 4 de agosto, a capital libanesa foi sacudida por uma explosão excepcionalmente poderosa que enviou ondas de choque a quilômetros de seu epicentro no porto de Beirute, capital do país. Distritos inteiros adjacentes à área do porto foram destruídos.

A explosão massiva, causada por um armazenamento impróprio de 2.750 toneladas de nitrato de amônio explosivo (confiscado pelos serviços alfandegários em 2014) no porto de Beirute, causou destruição generalizada e deixou mais de 170 pessoas mortas e mais de 40 mil feridas.

Alguns relatos recentes da mídia estimam o número de mortos na explosão em 220. Mais de 100 pessoas continuam desaparecidas.

O governo libanês declarou estado de emergência na capital e renunciou menos de uma semana após a explosão em Beirute, após a raiva pública que fez com que milhares de manifestantes tomassem as ruas, pedindo a renúncia do primeiro-ministro Hassan Diab.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала