Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Irã pagará indenização por queda de avião ucraniano em janeiro, diz chancelaria

© AP Photo / Oleksandr NaumenkoAvião ucraniano Boeing 737-800 UR-PSR que caiu em 8 de janeiro de 2020, nos arredores de Teerã, Irã
Avião ucraniano Boeing 737-800 UR-PSR que caiu em 8 de janeiro de 2020, nos arredores de Teerã, Irã - Sputnik Brasil
Nos siga no
Em janeiro, a queda de um Boeing 737-800 da Ukraine International Airlines matou todas as 176 pessoas a bordo. Comentando a tragédia, Teerã disse mais tarde que o avião foi derrubado por engano.

Teerã concordou em pagar indenização pela queda, em janeiro, de um avião ucraniano, afirmou na quinta-feira (30) o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Irã, Abbas Mousavi.

"O Irã concordou em pagar uma indenização pelo avião, mas a implementação desta questão levará tempo e tem vários aspectos do ponto de vista técnico e jurídico", explicou Mousavi, de acordo com a agência estatal de notícias IRNA.

Reiterando que Teerã aceitou a responsabilidade pela tragédia, o porta-voz observou que "muitos passageiros" do avião abatido eram cidadãos iranianos, acrescentando que as conversações sobre os cidadãos ucranianos continuarão.

Anteriormente, surgiram relatos indicando que a Ucrânia e a delegação iraniana em Kiev estavam negociando compensações pelo acidente no início do ano. A aeronave foi abatida em 8 de janeiro logo após a decolagem do Aeroporto Internacional Imam Khomeini de Teerã, resultando na morte de todas as 176 pessoas a bordo.

Em 3 de janeiro, Qassem Soleimani, alto general iraniano, foi assassinado em Badgá, Iraque, em um ataque aéreo dos EUA, tendo o Irã conduzido posteriormente seus próprios ataques aéreos contra bases norte-americanas no país vizinho.

Mais tarde, Teerã reivindicou a responsabilidade pela tragédia do dia 8 de janeiro, que ocorreu horas após o ataque aos alvos dos EUA. Irã reconheceu que o avião foi abatido por engano depois que os militares o confundiram com um alvo hostil, em meio a temores de novos ataques de Washington.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала