Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Rússia inicia construção de novo tipo de navio pela 1ª vez na sua história moderna

© Sputnik / Grigoriy Sisoev / Abrir o banco de imagensPorta-helicópteros Mistral
Porta-helicópteros Mistral - Sputnik Brasil
Nos siga no
A Rússia inicia hoje (16) a construção de dois porta-helicópteros do projeto 23900, do tipo Mistral, no estaleiro Zaliv de Kerch (Crimeia), segundo fonte ligada à indústria de construção naval russa.

"Pela primeira vez na história moderna, a Rússia inicia a construção de dois navios de uma nova classe, os porta-helicópteros do tipo Mistral", afirmou a fonte, acrescentando que a cerimônia ocorrerá no estaleiro Zaliv, em Kerch.

As características técnicas dos navios ainda são desconhecidas, porém serão reveladas após a cerimônia de batimento de quilha. O navio será o primeiro da série e se chamará Sevastopol.

De acordo com fontes oficiais, os porta-helicópteros do projeto 23900 possuem um deslocamento de 25.000 toneladas e o custo de um navio poderá superar os US$ 536 milhões (R$ 3 bilhões). O lançamento do primeiro porta-helicópteros deve ocorrer em 2027.

Os novos navios poderão transportar helicópteros de combate Ka-52K Katran, Ka-27, Ka-29 e Ka-31.

© AFP 2021 / FRANK PERRYPorta-helicópteros Vladivostok, da classe Mistral
Rússia inicia construção de novo tipo de navio pela 1ª vez na sua história moderna - Sputnik Brasil
Porta-helicópteros Vladivostok, da classe Mistral

Além disso, contarão com armamento potente para garantir sua própria segurança, que inclui o sistema de mísseis e artilharia antiaéreo Pantsir-M e canhões A-190 de 100 milímetros.

Em 2011, a empresa francesa DCNS/STX e a exportadora russa de armas Rosoboronexport firmaram um contrato para o fornecimento de dois porta-helicópteros Mistral à Rússia.

O primeiro navio, construído na França, deveria ser entregue em 2014, porém Paris se recusou a cumprir o contrato alegando o agravamento da situação no Leste da Ucrânia.

Em agosto de 2015, os presidentes russo e francês, Vladimir Putin e François Hollande, acordaram o cancelamento do acordo firmado.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала